Tiago Leifert nega perseguição do pai contra Gusttavo Lima: 'Gosto dele'

Tiago Leifert fala sobre suposta perseguição de seu pai a Gusttavo Lima (reprodução / instagram @tiagoleifert @gusttavolima)

Tiago Leifert acordou cedo nesta segunda-feira (20) para responder aos anseios do público e responder vários questionamentos sobre uma reportagem publicada pelo colunista Léo Dias. O texto citava uma perseguição a Gusttavo Lima.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

A reportagem afirmava que o pai do apresentador, Gilberto Leifert, estaria por trás da ação do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) contra Gusttavo Lima e a Ambev. Ele afirma que Gilberto encabeça a perseguição por ser um nome forte da Globo e no órgão.

Leia também

A ação critica o consumo de álcool durante a última live do cantor, que foi patrocinada por uma marca da empresa de bebidas. Gusttavo chegou a ficar alcoolicamente alterado no final da transmissão ao ponto de perder o equilíbrio algumas vezes.

Em sua conta no instagram, Tiago respondeu ao colunista. “Meu pai saiu da Globo em 2017 e não vai ao Conar desde 2018. Meu pai está de bermuda, em casa, aposentado, cumprindo a quarentena. Acho que meu pai nunca ouviu uma música do Gusttavo Lima. Eu adoro, minha sobrinha gosta, minha mãe... mas acho que meu pai nem sabe quem é. E se soubesse, por que ele perseguiria o Gusttavo?”, questiona o apresentador.

Tiago ainda aproveitou o espaço para divulgar uma ação solidária. “Doei mil cestas básicas para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e eles entregam para as comunidades próximas. Como é meu bairro, essa é a comunidade que eu gosto de ajudar. Eu doei mil, quem quiser pode doar uma! Vamos fazer algo útil hoje?” conclui.