Após aumento de pênis de sertanejo, clínica tem fila de espera

·2 minuto de leitura
Tiago fez o aumento peniano há cerca de um mês (reprodução / instagram @tiago.hugoetiago)
Tiago fez o aumento peniano há cerca de um mês (reprodução / instagram @tiago.hugoetiago)

Parece que fez sucesso o aumento peniano que o cantor sertanejo Tiago Piquilo fez nas últimas semanas. Isso sem ninguém, além dele, ver o resultado. A clínica em que ele operou está com fila de espera para a realização do procedimento.

A dupla de Hugo, se submeteu a operação que aumenta o cumprimento em até 5 centímetros e a espessura em até 30% do membro após um desejo de melhorar. À época ele comentou que não tinha nenhum incômodo com o pênis. “Às vezes você só quer melhorar. É só uma questão estética. Quis ir um pouco além. E tirar essa mentalidade das pessoas. Acorda!”, disse.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também:

Depois de toda a repercussão gerada pelo cantor entorno do resultado, até mesmo o fim de seu flerte com Tânia Mara, a clínica do médico Cláudio Eduardo Pereira de Souza, em Blumenau, Santa Catarina, agora tem lista de espera para a realização da cirurgia.

Depois do anúncio positivo a respeito da cirurgia de aumento peniano do cantor Tiago, da dupla sertaneja com Hugo, a clínica de Blumenau, situada no Vale do Itajaí, responsável pela cirurgia do cantor, registrou uma alta na procura pelo procedimento.

“Antes do Tiago, não havia fila de espera, agora há. De quantas pessoas, é difícil precisar. Muitos pacientes ainda estão fazendo exames. Mas só consigo marcar cirurgia para outubro”, contou ao G1 recentemente. Ele ainda ressalta que como qualquer cirurgia, o procedimento tem riscos que devem ser observados.

Sem contar que o procedimento deve sempre ser realizado por um profissional credenciado e capacitado e em ambiente estéril e após a realização de exames clínicos e é puramente estético, ela não soluciona problemas de disfunção erétil.

A cirurgia

O procedimento é feito em três etapas após a anestesia. A região pubiana é lipoaspirada para coleta de gordura. Em seguida é cortado o ligamento que mantém o pênis preso à púbis, é dessa forma que o membro ganha até cinco centímetros. O último passo é o enxerto da gordura lipoaspirada na circunferência. Alguns meses após o procedimento o corpo pode expelir cerca de 30% da gordura usada.

Para o pós-operatório é solicitado que o paciente repouse nos primeiros dias e use um modelador cirúrgico para a região lipoaspirada. Ele também deve ficar cerca de um mês sem fazer sexo e evitar ereções nos primeiros dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos