Tiago Abravanel e o “BBB do amor”: até quando?

·4 min de leitura
Já estamos fartos do BBB22 do amor de Tiago Abravanel? Foto: Rede Globo
Já estamos fartos do "BBB22" do amor de Tiago Abravanel? Foto: Rede Globo

Tiago Abravanel é, certamente, um dos participantes do BBB 22 que teve a maior virada de percepção do público até aqui. Foi do amor do público ao desgosto em poucas semanas. Curiosamente, Tiago não ofendeu ninguém, não deu uma opinião polêmica ou brigou com algum participante queridinho, ele só é… positivo demais. Mas positivo de um jeito um tanto quanto irritante e até tóxico.

Antes de tudo, é preciso analisar um ponto dessa edição do programa: todos eles estão com medo de serem cancelados, devido aos cancelamentos que aconteceram na edição anterior com Karol Conka, Nego Di e Lumena, e outros casos menores com outros participantes. Todos os participantes da edição 22 tem um medo tremendo de serem cancelados e por isso não se comprometem no jogo, uma disputa por 1,5 milhão que exige apenas uma coisa: fuja do paredão e conquiste o público.

Para isso você precisa se relacionar, e inevitavelmente você vai acabar brigando, entrando em conflito e desfazendo alianças e construindo novas. Para ser justo, nessa edição há alianças, mas não há conflito, tirando algumas questões muito pontuais, que ou duram muito pouco ou parecem guerra fria, como no caso de Arthur e Jade Picon, a casa vive um marasmo, nada acontece, e na maioria das vezes eles estão dormindo ou cantando, um desespero para Brunna Gonçalves, que não aguenta mais esse elenco de musical.

Dito isso, fica mais fácil compreender Tiago Abravanel, um ator que desde o momento que entrou no programa está fugindo do conflito como quem foge de um enxame de abelhas. Como ele faz isso? Trazendo a paz em todos os conflitos, propondo respirações profundas e diálogos saudáveis, ótimo para eles, péssimo para o público que deseja ver alguns barracos em horário nobre. Abravanel parece um personagem ambulante, que em todos os jogos de discórdia que houveram, ele soube subverter a ideia brilhantemente, transformando uma ofensa em uma oportunidade de aprendizado, para a raiva do público.

Contudo, todo esse medo de ser cancelado constituiu um comportamento tão positivo que se tornou tóxico, ele impõe a felicidade suprimindo as emoções negativas dos participantes, sejam elas raiva ou tristeza, medo ou nojo, o sujeito só quer a felicidade, a isso chamamos de positividade tóxica.

Por exemplo, se alguém está triste, um positivo tóxico sugere a pessoa ver o lado bom das coisas, ou simplesmente “supere!”, como se fosse uma escolha da pessoa simplesmente estar feliz com o contexto em que ela vive. Tiago anda pela casa garantindo que todo mundo se mantenha nos trilhos corretos das emoções positivas como um policial da alegria, mas há alguns problemas.

O primeiro é que Tiago por vezes fomenta certos conflitos, apenas com uma sugestão, ele joga a questão que gostaria de dizer para a pessoa que está mais próxima, e assim ele não se compromete e se der problema ele pode resolver, sustentando sua boa autoimagem.

Certo dia, Tiago que estava no VIP, onde há mais comida e com mais qualidade, ao ver os colegas na xepa comendo muito mal e alguns até passando um pouco de fome e Tiago diz que fome é psicológica e a comida que tem na xepa é suficiente para todos.

Tiago Abravanel tenta virar meme chupando o dedo (Foto: Reprodução/Globoplay)
Tiago Abravanel tenta virar meme chupando o dedo (Foto: Reprodução/Globoplay)

Um tipo de frase totalmente sem noção, que agride a quem ouve lá dentro e que ofendeu a qualquer pessoa que leu ou ouviu aqui fora, o que demonstra da parte de Tiago um total descolamento da realidade e um exemplo claro da sua positividade tóxica, a fome é psicológica, o conflito é a degradação do ser humano e a saída é todos cantarem “A gente não vai errar, e se a gente errar, a gente foi feliz tentando acertar”.

A verdade é que Tiago Abravanel pode tentar segurar essa positividade até o fim do programa, mas ele esquece que a casa e o jogo é feito para tirar todos eles do normal, e trazer o limite do ser humano, e Abravanel já está mostrando aquilo que transborda, não é a toa que Tiago teve diversas crises de ansiedade durante o programa, quando se reprime um sentimento que deveria sair, ele acumula e te consome por dentro até sair.

As pessoas que mais exigem a felicidade ao seu redor são as que mais precisam dela. A vida é feita de momentos bons e ruins, e de sentimentos negativos e positivos, e tudo bem lidar com eles, faz parte. Mas negar esses sentimentos com excesso de “tudo vai dar certo” e esse é o “BBB do amor”, não é a saída. É compreensível o medo do cancelamento, mas o BBB só funciona quando há entrega, e seus organizadores vão provocar isso a todo momento. Ironicamente, tentando não ser cancelado, Tiago está mais próximo do que mais teme.