Thiaguinho fala sobre racismo: 'Não existe negro que nunca sofreu preconceito'

O cantor revelou que sempre contou com o apoio dos pais para vencer as barreiras e o preconceito (Reproduçao/ Instagram/ @thbarbosa)

Capa da revista “Quem” desta semana, Thiaguinho falou sobre a importância do apoio familiar para que ele construísse uma carreira de sucesso na música. O pagodeiro contou, em entrevista à publicação, como fez para enfrentar o preconceito racial e vencer as barreiras que encontrou pelo caminho, até alcançar seus objetivos.

Meus pais sempre me falaram que eu não era melhor ou pior que ninguém por ser negro. Sempre fui preparado para entender que o mundo não era tão simples e que para a gente as dificuldades eram ainda maiores. Por isso, sempre enfrentei tudo e me esforcei para ser o melhor no que fazia. Meu pai sempre dizia que o sucesso não é só para quem faz arte. Ele é uma decorrência de quem faz bem o que faz e que por isso eu não podia me deslumbrar nunca. Infelizmente, não faz tanto tempo que a escravidão acabou e ainda vivemos em um país que não dá oportunidades iguais para brancos e negros. A gente teve que ir conquistando o nosso espaço”, revelou Thiaguinho.

Leia mais:
Claudia Leitte surge de lingerie e arranca suspiros dos internautas
César Tralli se irrita com acusações de ter feito permuta em casamento com Ticiane Pinheiro

Thiaguinho também contou que já passou por diversas situações em que teve que enfrentar o preconceito racial. “Não existe negro que nunca sofreu preconceito. Infelizmente, já passei várias vezes por isso. O preconceito está em brincadeirinhas, em situações em que as pessoas nem sabem que estão sendo racistas e em atos pensados“, afirmou o cantor.