Thiago Gagliasso assume cargo em Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro

Foto: Reprodução/Instagram (@thigagliasso)

Thiago Gagliasso, irmão do ator Bruno Gagliasso, está trabalhando de segunda a sexta-feira, desde fevereiro, como assistente da Superintendência de Artes da Secretaria de estado de Cultura e Economia Criativa (SECEC) do Rio de Janeiro.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Durante a semana, o rapaz faz Stories em seu Instagram marcando o órgão público. O número de seguidores que ele possui (423 mil), inclusive, teria sido o diferencial para sua contratação, uma vez que a nota divulgada pela SECEC o valoriza como personalidade da web.

Influenciador digital com grande número de seguidores, Gagliasso está trazendo a experiência do seu canal no Youtube e perfil no Instagram para as redes sociais da SECEC. O mundo digital é uma das vertentes da Economia Criativa, setor no qual o Estado do Rio de Janeiro é o principal polo de criatividade do país, contando com mais de 99 mil postos de trabalho”, garante o comunicado.

A nota enviada à imprensa ainda afirma que “Thiago está fazendo a interface com o mundo artístico, apresentando sugestões de parcerias para serem analisadas pela Superintendência de Artes” e informa que o irmão de Bruno também “desenvolve um projeto social de formação de atores na Beija-Flor, em Nilópolis”.

Vale lembrar que o novo secretário estadual de Cultura e Economia Criativa, Ruan Lira tem 30 anos e é o funcionário mais novo do governo de Wilson Witzel.

Polêmicas

Thiago Gagliasso é conhecido no meio artístico por se envolver em várias polêmicas. O ator participou das novelas “Luz do Sol” (2007) e “Os Mutantes” (2009), da Record. Em 2011, entrou na quarta edição do reality “A Fazenda” e acabou arranhando sua imagem.

Confinado no programa, ele chegou a admitir que “dava tapas em uma cabra porque perdia a paciência quando ela entrava no galinheiro” e foi muito criticado por defensores dos animais.

No mesmo reality, o ator se envolveu em uma briga com Duda Yankovich, que foi expulsa após dar um tapa no rosto dele, e encontrou dificuldades para emplacar novos trabalhos depois disso.

Recentemente, Thiago também brigou feio com Giovanna Ewbank pelo WhatsApp e expôs toda a discussão nas redes sociais. A treta começou quando ele afirmou que a televisão está morrendo e a mulher de seu irmão não gostou nada da declaração do cunhado, pois Bruno estava se preparando para estrear como protagonista de “O Sétimo Guardião“.

Amorzinho. Espero que quando o seu desejo da ‘TV morta’ se realize (porque deve ser isso mesmo) vocês estejam preparados para: Não ter o apartamento que seu irmão deu para vocês morarem no Rio de Janeiro; não ter ajuda do seu irmão quando você não pagar a escola do seu filho e ele te salvar; não ter a mesada que seu irmão dá para a sua mãe; não ter o apartamento de São Paulo do seu irmão para ficar; entre outras tantas coisas”, disse Giovanna.

Thiago, que não respondeu a cunhada pelo aplicativo de mensagens, resolveu dar uma resposta no Instagram para que todos pudessem ver. “Já que ela ama tanto falar da vida pessoal no ‘Amores da Gioh’ (canal de Youtube) porque ela não posta isso também lá? A TV não morreu, apenas não é mais um monopólio de opinião, independente da emissora ! Seja Globo, Record, SBT o que for! Não é tão difícil de entender… principalmente pra alguém que lucra tanto com a internet né…Infelizmente não me tornei um dos ‘Amores da Gioh’”, afirmou.

Na época, muitos acreditaram que o que teria motivado a confusão seriam as divergências políticas, pois Bruno e Giovanna declararam voto em Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições presidenciais, mas Thiago apoiou Jair Bolsonaro (PSL).

Repercussão nas redes

Desde o momento em que Thiago Gagliasso resolveu comemorar seu cargo na Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro, vários internautas usaram as redes sociais para manifestar opinião contrária.