The Weeknd volta a chamar Grammy de ‘corrupto’

·1 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • The Weeknd acusou o Grammy de corrupção após não ter sido indicado a nenhuma categoria na última premiação.

  • Segundo o artista, "a confiança foi quebrada”.

  • A Recording Academy disse que não terá mais comitês secretos para a escolha de indicados.

O clima entre The Weeknd e a organização do Grammy ainda não melhorou. O artista voltou a chamar a instituição de “corrupta”, apesar da sua recente promessa de não mais escolher indicados por meio de pequenos comitês de membros anônimos.

Leia também:

“A confiança foi quebrada por tanto tempo entre a organização do Grammy e os artistas que seria imprudente levantar uma bandeira da vitória”, disse The Weeknd à Variety sobre os comitês “secretos” da academia.

O desentendimento entre o artista e a premiação começou após The Weeknd ter seu álbum After Hours e sucessos como Blinding Lights ignorados pela Recording Academy.

“Acho que a indústria e o público precisam ver o sistema transparente realmente em jogo para que a vitória seja comemorada, mas é um começo importante”, disse ele. “Eu continuo desinteressado em fazer parte do Grammy, especialmente com sua própria admissão de corrupção por todas essas décadas. Não vou me inscrever no futuro", completou.

Embora a Recording Academy não tenha feito uma "admissão formal de corrupção" em seu anúncio de atualização de regras na semana passada, o presidente do Grammy, Harvey Mason Jr., disse que as duras críticas de The Weeknd inspiraram mudanças na organização. “Sempre que um artista, especialmente um desse status, questiona nosso processo ou pensa que algo é injusto... a academia, é claro, será afetada por isso e quer trabalhar para tornar as coisas melhores”, disse Mason à Variety.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News