Thammy explica encerramento do espetáculo 'T.R.A.N.S': 'Falta de pagamento, várias mentiras'

Thammy acusou o diretor Carlos Verahnnay de não ter pago a equipe do espetáculo (Reprodução/ instagram.com/thammymiranda)

Pouco tempo depois de esterar o espetáculo ‘T.R.A.N.S – Terapia de Relacionamento Amorosos Neuróticos Sexuais’, no qual contracenava com a namorada, Andressa Ferreira, Thammy Miranda usou as redes sociais para explicar o encerramento da peça e afirmou que teve problemas com o diretor, Carlos Verahnnay.

“Venho eu aqui falar com vocês porque artista sempre faz vídeo para divulgar coisas e falar do seu trabalho. Então, nada mais do que nossa obrigação quando dá algo errado a gente dar uma satisfação ao público. Como todo mundo sabe eu comecei a fazer uma peça que chamava Trans. A gente foi convidado pelo Carlos Verahnnay para fazer essa peça no Rio de Janeiro. E várias coisas foram acordadas no começo que depois que a peça estreou nada aconteceu como foi combinado. Começou com falta de pagamentos, várias mentiras, a gente foi fazer uma participação na Mostra de Tiradentes e falou que seria de graça e depois descobriu que ele ganhou 6 mil reais com a apresentação da peça”, explicou Thammy Miranda em um vídeo postado no Instagram e no YouTube.

Leia mais:
Ana Maria Braga liga para número errado e leva bronca ao vivo
Camila Queiroz e Klebber Toledo estão noivos

Thammy também fez questão de negar que o cancelamento do espetáculo tivesse ocorrido por falta d público e afirmou que entrará na Justiça contra o diretor. “Não foi isso. Foi falta de caráter do Carlos Verahnnay. Peço minhas sinceras desculpas por não poder concluir esse trabalho. Faria de graça se a minha equipe estivesse recebendo. Vai ser tudo comprovado na justiça”, disse o ator.

Em um post em sua conta no Instagram, Carlos Verahnnay se defendeu das acusações de Thammy. “A quem possa interessar, algumas poucas pessoas da equipe não receberam porque o patrocínio da Velox 10 JAMAIS foi repassado para mim. E a peça foi ‘abortada’ por duas pessoas que gostam de confusão e fazem grupos. Quem é de teatro sabe que as porcentagens podem ser pagas até o fim da temporada. Ainda mais não dando público. Os técnicos que não estão dentro desta porcentagem receberam com o mísero borderô que deu nas duas primeiras semanas. A verdade virá e não farei vídeo, pois não sou celebridade. (Estou) apenas me defendendo de acusações mentirosas e de pessoas que faltam a espetáculos não tendo o menor compromisso e ainda vem dizer que está preocupada(o) com a equipe? Ok, ficarei eu fazendo teatro, pois amo o que faço e sou formado há anos”, escreveu ele.