Thalma de Freitas celebra a Zilda de ‘Laços de Família’: “Anos de fartura”

Patrick Monteiro
·2 minuto de leitura
Thalma de Freitas é atriz e viveu a Zilda em 'Laços de Família' (reprodução / twitter Thalma74)
Thalma de Freitas é atriz e viveu a Zilda em 'Laços de Família' (reprodução / twitter Thalma74)

O ano é 2021 e com a pandemia do coronavírus e a necessidade de isolamento social por conta do aumento do número de casos, mais uma vez, nos faz mais espectador. Na televisão, ‘Laços de Família’ (exibida há 20 anos) causa diversos sentimentos a quem deixa a TV ligada durante o ‘Vale a Pena Ver de Novo’.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Zilda, vivida por Thalma de Freitas, ganhou as redes sociais após diversas pessoas criticarem a ‘submissão’ da personagem escrita por Manoel Carlos que quase não tinha vida representada na trama a não ser trabalhando. Atriz e cantora, a artista usou as redes sociais para defender a personagem e celebrar os frutos que colheu com a novela.

Leia também

“Zilda tinha voz sim, muito chata por sinal. Ela tem presença, voz, e texto o suficiente pra chamar a atenção de vocês até hoje. Além de ser a única que realmente trabalha na novela, sério mesmo!”, argumentou após ler diversas críticas apontando o apagamento e exploração à personagem.

Um seguidor ainda apontou outro fato: “Ela tinha que receber um salário incrível por aturar Camila, Íris, Fred e ser babá por fora”, e foi respondida. “Zilda recebia okay, já eu recebia bem demais, oh glória!! Alguém comenta que passei muitos anos de fartura por conta dessa novela, por favor?”, comemorou.

Thalma ainda recomendou uma leitura aos fãs para ampliar a conversa. “Leiam ‘Eu, Empregada Doméstica - A Senzala Moderna É O Quartinho Da Empregada’ da digníssima Preta Rara, para colocar a problemática da Zilda em perspectiva”, disse.

Atualmente cantora, a artista também aproveitou o engajamento para divulgar um álbum que foi indicado ao Grammy. “Aproveito pra divulgar o disco ‘SORTE’ do John Finbury onde sou letrista e cantora. Concorremos ao Grammy Americano ano passado”, concluiu.