Thaís acredita que o vai e vem com Fiuk atrapalhou o seu jogo

CRISTINA CAMARGO
·2 minuto de leitura
Fiuk não quis formar casal (Foto: Reprodução/Globo)
Fiuk não quis formar casal (Foto: Reprodução/Globo)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Fora do BBB 21 (Globo), Thaís pretende mudar o seu jeito de lidar com as situações do cotidiano. "Quero lutar mais pelas coisas. Estou com sede de não ter medo", disse em entrevista à apresentadora Ana Clara, do Gshow. 

As hesitações e a dificuldade de comunicação da cirurgiã-dentista foram marcas de sua participação no jogo. Um dos vídeos exibidos durante a entrevista mostrou Thaís usando o cacoete "tipo assim" em vários momentos de sua participação no BBB 21. A cirurgião-dentista riu muito. 

"Não sei o que acontecia comigo, eu travava. As palavras sumiam da minha cabeça", explicou. 

Leia também:

Outro destaque da temporada na casa foi o relacionamento indefinido com o cantor Fiuk. Ela acredita que o "vai e vem" a atrapalhou. "Eu falava que ia tomar uma atitude e não tomava. Os sentimentos lá têm uma proporção muito maior, tudo gira em torno daquele mundo. Me joguei", disse. 

Thaís escondeu o rosto para não ver as cenas dela com Fiuk embaixo do edredom e não soube explicar porque ele chorou após a noite de namoro. "Não sei (o que aconteceu). Ele chora", afirmou. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O que deu certo foi a amizade com Viih Tube. As duas ficaram muito próximas e trocaram ideias sobre o jogo. Para Thaís, essa pr oximidade as fortaleceu. 

"Foi uma coisa muito natural. Eu pensava: será que vou encontrar alguém por mim lá dentro? Quando eu estava no momento em que mais precisava, a gente se encontrou", relatou. No final da entrevista, a cirurgiã-dentista ganhou tatuagens descartáveis para fazer em homenagem a sua melhor amiga.

A eliminação com 82,29% dos votos assustou Thaís, que precisou ouvir várias vezes que não está "cancelada" para ficar mais calma. "Estou muito odiada?", perguntou para irmã, Eva, com quem conversou por vídeo. "Esses 82% me deixaram triste".

Na opinião dela, o fato de não ter assumido posições em várias situações influenciou na decisão do público.