Tesão em pé de homem: por que elas curtem essa parte do corpo do crush?

Natália Eiras
·3 minuto de leitura
Você também fica de olho no pé do crush/ (Foto: Getty Images)
Você também fica de olho no pé do crush/ (Foto: Getty Images)

Quando transa com um homem pela primeira vez, Natasha Rodrigues, 33, repara em muitas coisas, mas uma parte que chama muito sua atenção são os pés do crush. “Acho uma parte muito máscula do corpo do cara, além de deixar claro se ele se cuida ou não”, fala. Ela é uma das mulheres que têm tesão em pé de homens, que se atraem por essa região e se sentem sexualmente estimuladas ao apreciá-la. “Tem alguma coisa a ver com os hormônios, nem sei explicar.”

Tesão por pés não é algo de outro mundo. A podolatria é um dos fetiches mais conhecidos e socialmente aceitos. O pesquisador Dr. C Scorolli, da Universidade de Bologna, fez, em 2006, uma pesquisa sobre os fetiches sexuais na internet, analisando por volta de 380 comunidades com pelo menos 5 mil membros. O levantamento percebeu que a atração por uma parte do corpo é o mais comum, representando 30% dos fetichistas.

Leia também

Porém, é mais comum encontrar homens que gostam de ver fotos e vídeos de pés femininos. Agora, a ideia de mulheres que curtem pés masculinos não é tão disseminada. “Tanto que alguns ficantes acham esquisito quando peço para massagear ou até mesmo ver os pés deles”, comenta a publicitária Fabiana*, 29.

Tanto Natasha como Fabiana dizem que o tesão não se restringe aos pés, mas também às panturrilhas dos parceiros. “Pernas musculosas, em geral, são tudo de bom. Traz uma coisa de virilidade”, fala a publicitária. Elas complementam que estas são partes do corpo que entregam se os crushes se preocupam com a higiene e se são vaidosos. “Um pé com a unha grande, suja, ninguém merece. E você nem precisa curtir essa região, né? Aí, quando você percebe que está com tudo limpinho, o interesse sexual até fica mais intenso. Quer dizer que ele se preocupa”, afirma Natasha.

Fetiche dos pés

A ginecologista e sexóloga Erica Mantelli fala que esse tesão por pés podem estar ligado à trajetória das podólatras. “São gatilhos que podem ter sido disparados durante a adolescência ou infância dessas pessoas”. Há psicanalistas que dizem, por exemplo, que a atração por pés está relacionada ao fato de que, quando somos crianças, o nosso primeiro contato com os nossos pais são pelos pés. Freud explica.

Porém, há, ainda, a facilidade de se brincar com os pés sem que ninguém fique assustado com a sua ousadia na cama. A médica diz que esse fetiche pode ser estimulado de diversas formas. “Os casais podem explorar essa atração através de carícias e beijos e até na manipulação de órgãos sexuais com os pés”, fala Erica.

Natasha, por exemplo, gosta de massagear os pés masculinos. “Aí vou subindo pelas pernas, coxas… vou explorando o corpo do meu parceiro. O que fica mais divertido para mim e para ele, porque cria uma ansiedade”, diz. Fabiana já curte vê-los de perto e sentir o cheiro desses membros. “Gosto daquele leve odor de chulé, nada fedido, mas que deixa claro que aquele é um pé real, de uma pessoa”, afirma.

O fetiche pode soar esquisito para pessoas mais conservadoras, mas, segundo Erica, é algo saudável para as relações sexuais. “Só se torna algo preocupante quando há uma fixação que não permite que a pessoa curta outras formas de se obter prazer”, finaliza a especialista.