Teresópolis terá rodízio de pessoas nas ruas de acordo com CPF; empregados domésticos não estão incluídos

Cidadãos de Teresópolis, no Rio de Janeiro, terão de andar com documento com foto e que tenha o número do CPF (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

O município de Teresópolis, no Rio de Janeiro, terá um rodízio de pessoas nas ruas de acordo com os dígitos finais do número de CPF. Quem tiver documento terminado em número par pode sair em dias pares, enquanto os que tem final de CPF ímpar, saem nos dias ímpares. Similar ao rodízio municipal em São Paulo. A medida é chamada de “primeiro estágio do lockdown”.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

A medida passa a valer na próxima segunda-feira, 18, e vai até dia 25 de maio. Os cidadãos devem sair com documento oficial com foto e que identifique o número de CPF e, se não for possível, devem ter o CPF e um documento oficial com foto.

O rodízio tem exceções, como locomoção para trabalho e retorno ao lar das atividades consideradas essenciais e na ida a clínicas, hospitais e unidades de saúde, inclusive as veterinárias. Quem trabalhar em outros municípios não entra no rodízio de circulação.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Empregados domésticos também não entram na restrição. Independente do CPF do funcionário, empregadores domésticos poderão ter um trabalhador por dia. Isso inclui acompanhantes de idosos, arrumadeiras, assistente doméstico, babá, cozinheira, empregada doméstica, mordomo, motorista e outros.

As pessoas que entram nas exceções da medida devem ter uma declaração feita pelo empregador ou por eles mesmos.

A partir desta sexta-feira, também até o dia 25, o Teresópolis também proibiu a realização de eventos e atividades com a presença de público e a circulação de ônibus intermunicipais de passageiros que entrem ou saiam do município. Ônibus, vans, taxis, transportes por aplicativo e carros de passeios também não podem entrar, com exceção de quem more em Teresópolis, seja dono de imóveis ou vão trabalhar no local.

Leia também

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Hotéis estão proibidos de receber hóspedes e as pessoas não podem frequentar lagoas, rios, cachoeiras ou piscinas públicas.

Nos serviços essenciais, clientes só podem entrar com máscara. Empresas que descumprirem os decretos do município podem ser notificados, multados e até lacrados.