Brooke Shields revela consequências de ter revelado virgindade aos 20 anos

Brooke Shields na abertura de
Brooke Shields na abertura de "Medea" no The Metropolitan Opera House em setembro de 2022 em Nova York. (Foto: Roy Rochlin/Getty Images)

A atriz Brooke Shields, mais conhecida por ter estrelado o clássico da "Sessão da Tarde", o filme "A Lagoa Azul", desabafou sobre ter permitido que sua virgindade ganhasse repercussão midiática internacional na década de 1980.

No novo episódio de seu podcast "Now What?", a artista e modelo revelou que se arrepende de ter contado que era virgem aos 20 anos em seu livro, "On Your Own", publicado em 1985. "Me tornei a virgem mais famosa do mundo", desabafou.

"Acho que foi um erro eu ser tão aberta sobre minha virgindade porque isso nunca me deixou em paz. Me tornei a virgem mais famosa do mundo. Recebia muitas cartas de fãs jovens dizendo: 'Oh, meu namorado está me pressionando e eu não quero fazer sexo. O que eu faço?'", explicou ela em conversa com a amiga Ali Wentworth.

Aos 57 anos, Shields refletiu sobre sua carreira e disse acreditar que não cometeu muitos erros ao longo das décadas, mas a repercussão deste caso a afetou. "Eu acho que foi, em retrospectiva, um erro eu ser tão aberta sobre minha virgindade, porque isso nunca me deixou em paz", lamentou.

O livro "On Your Own" foi escrito com o intuito de ajudar jovens que estavam saindo de casa para ingressar na universidade, passando pelos desafios da chegada da vida adulta. A atriz havia acabado de começar a estudar na Universidade de Princeton quando o título foi publicado e apesar de ter sido creditado a Brooke, foi escrito por outro autor.

"Acabei não escrevendo eu mesma, e isso foi um grande erro, porque a editora não queria o que eu escrevi. Escrevi um primeiro capítulo muito aprofundado e eles não queriam que fosse assim", revelou. "Eles queriam um livros simples e estúpido. Tipo, 'eu gosto de polainas".

Por conta da declaração, ela chegou a participar de diversos programas de TV para comentar sobre o assunto com homens mais velhos e descreveu a experiência como "muito assustadora". "Entrei na linha de fogo em uma idade tão jovem dessa maneira, ganhei resiliência e isso me preparou para estar pronta para qualquer coisa que possa ser difícil nesta indústria", destacou.

Ainda assim, a artista sente que incentivou muitas jovens, que se sentiam pressionadas por parceiros, a respeitarem o próprio tempo. No caso da atriz, ela só perdeu a virgindade aos 22 anos, com seu namorado da época, o ator Dean Cain ("Supergirl").

"Eu me arrependo [de ter esperado para transar], porque havia uma sensação de alegria e liberdade que eu deveria ter sido capaz de sentir dentro de um relacionamento que era tão adorável, tão bonito e doce", completou Shields.