Tenório encurrala Solano e arranca verdade sobre a morte de Roberto em "Pantanal"

Tenório em Pantanal (Globo Divulgação)
Tenório em Pantanal (Globo Divulgação)

Solano (Rafa Sieg) tirou a vida de Roberto (Cauê Campos) em "Pantanal", e tentou esconder o crime afirmando para Tenório (Murilo Benício) que o jovem tinha sido engolido por uma sucuri gigante. O fazendeiro, entretanto, nunca acreditou totalmente na história, e vai pressionar o jagunço por respostas.

Tenório inicialmente chegou a ordenar uma matança das cobras locais, mas em breve o corpo de Roberto será encontrado no rio sem nenhuma marca de cobra. "Para mim, ela estava no bucho da maldita", diz Solano, com medo. "E como você me explica o corpo do meu filho ter aparecido sem uma mordida? Vai me dizer que viu ela puxar o meu filho pelo braço? Porque eu não tô acreditando em nada do que você tá me falando, Solano", questiona Tenório.

Frio, o pistoleiro diz que teria feito um trabalho melhor caso tivesse de fato matado Roberto. "Se eu tivesse feito isso, seu Tenório, eu teria sangrado ele e dado pras piranhas, não soltado na corrente do rio".

Cena com sucuri

Cauê Campos, intérprete de Roberto em "Pantanal", participou do "Encontro" e falou sobre a morte de seu personagem que foi ao ar no capítulo quinta-feira (8) em "Pantanal".

O ator afirmou que sempre se considerou uma pessoa corajosa, mas que sentiu um calafrio ao ser obrigado a contracenar com uma sucuri. Na trama, Roberto morre afogado após a sucuri, na verdade o Velho do Rio, tentar atacar Solano (Rafa Sieg), que está em um barco ao lado do jovem.

"Do nada, no meio das gravações, falaram: 'a bonita tá chegando'. A gente achando que era uma lente, uma câmera. Eis que chega uma caixa e sai uma sucuri com 40kg. Eu e o Rafa tipo: 'eita, vai entrar aqui no barco'. Sempre falo pros meus amigos que eu sou corajoso, mas quando vi ela chegando, já mudei de ideia", riu ao relatar o episódio.