Como saber se seu relacionamento vai durar?

Um novo estudo descobriu como prever se os casais ficarão juntos ou se irão se separar [Imagem: Getty]

Agora é possível prever o sucesso de um relacionamento, segundo os cientistas.Os pesquisadores afirmam que descobriram, em um novo estudo, como saber se um casal vai ficar junto ou se separar.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

E nos siga no Google News: Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

E é o comportamento durante os primeiros dias do namoro que pode revelar como o relacionamento irá progredir, dizem os psicólogos.

Leia também

Pesquisadores canadenses e alemães entrevistaram regularmente 2.000 casais durante um período de sete anos e descobriram que aqueles que tinham necessidades semelhantes, mas interesses diferentes, tendiam a ficar juntos por mais tempo.

Eles descobriram que os padrões de comportamento íntimo do relacionamento poderiam sinalizar se uma parceria estava prosperando ou havia fracassado, e determinaram o nível de satisfação perguntando aos casais até que ponto eles consideravam que suas necessidades estavam sendo atendidas.

Aqueles que tinham necessidades semelhantes, mas interesses diferentes, tendiam a ficar juntos por mais tempo. Foto: Getty

Em geral, aqueles que tinham necessidades semelhantes, a necessidade de proximidade, por exemplo, mas também queriam continuar seguindo seus próprios interesses, geralmente ficavam juntos por mais tempo.Os casais poderiam, portanto, obter informações antecipadas sobre a probabilidade de permanecerem juntos.

A autora do estudo, Christine Finn, da Universidade de Jena, na Alemanha, disse: “Previsões sobre a longevidade de um relacionamento são definitivamente possíveis. Logo no início de um relacionamento, é possível encontrar sinais típicos - ou seja, certas variáveis ​​de previsão - que fornecem informações se o relacionamento será ou não duradouro".

A Dra. Finn disse que existem dois modelos psicológicos que descrevem o curso de um relacionamento. Afirma-se que todos os casais são inicialmente mais ou menos igualmente felizes e, se o relacionamento terminar em separação, isso pode ser explicado por problemas que se desenvolveram ao longo do tempo juntos.

O segundo modelo pressupõe que as duas pessoas começam com níveis diferentes de felicidade - elas geralmente mantêm esses níveis, mas uma situação inicial mais negativa aumenta a probabilidade de fracasso.

Foto de um casal mais velho sorridente, sentados no sofá em casa

“Nós também podemos confirmar que existem níveis diferentes para começar. Além disso, a felicidade diminui em ambos os grupos”, afirmou a Dra. Finn. "No entanto, no caso dos casais que se separam mais tarde, isso acontece significativamente mais rápido, o que significa que uma pessoa que começa infeliz se torna cada vez mais infeliz".

Mas a Dra. Finn não quer ser pessimista: "Mesmo que os casais se separem depois de um tempo, ainda pode ser uma fase valiosa e importante em suas vidas, que pode ter uma influência positiva no próximo relacionamento", acrescentou.

"Os casais também podem, conscientemente, influenciar e trabalhar em seus interesses mútuos e em cultivar proximidade e independência - nenhum relacionamento está fadado ao fracasso desde o início".

Ela acredita que os resultados podem ser valiosos para os centros de aconselhamento e terapeutas.

Lauren Clark