Taylor Swift será homenageada em premiação por defender causas LGBT

Agência


A cantora Taylor Swift será homenageada no Prêmio GLAAD Media por defender causas da comunidade LGBT. A escritora, diretora e produtora Janet Mock, que trabalhou na produção da série Pose, também receberá esse prestígio.

A artista pop receberá o Prêmio Vanguard, que é entregue a pessoas que fizeram uma diferença significativa na promoção da aceitação de pessoas LGBT. Janet levará o Stephen F. Kolzak Award, entregue a um profissional de mídia LGBT.

Os prêmios serão entregues na segunda cerimônia do GLAAD, em 16 de abril deste ano, em Los Angeles. A primeira celebração vai ocorrer no dia 19 de março em Nova York.

Taylor tem sido uma defensora da Lei da Igualdade, projeto de lei aprovado pela Câmara dos Deputados dos Estados Unidos que proíbe a discriminação com base no sexo, gênero ou orientação sexual em uma ampla variedade de áreas.

Na música You Need to Calm Down, lançada em junho de 2019, a cantora se dirige aos homofóbicos: "E controle seus impulsos para gritar com todas as pessoas que você odeia / Porque a sombra nunca fez ninguém menos gay".


Janet, que lançou um livro sobre a própria vida de mulher transexual, escreveu e dirigiu a série Pose, de Ryan Murphy. A produção fala sobre a cultura ballroom dos anos 1980 e tem um grande elenco LGBT.

As balls são bailes que surgiram em meados dos anos 1960 e deram origem à cultura house ballroom. Nesses eventos, as pessoas se apresentam em disputas de diversas categorias. As performances são baseadas em identidades de gênero, raça e sexualidade.

A diretora também assinou um acordo com a Netflix, em 2019, para produzir conteúdo para o serviço de streaming.