Taylor Swift tem casa invadida por stalker

Mariana Stocco
·1 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Hanks Johnson, de 52 anos, disse que a cantora sabia que ele estava indo para o apartamento e que eles são amigos.

  • O homem possui ordens de restrição impedindo-o de contatar as modelos Bella e Gigi Hadid.

  • Esta é a segunda vez que o apartamento de Swift é invadido.

Um homem foi preso após invadir o apartamento de Taylor Swift em Nova York, de acordo com a NBC. Hanks Johnson, de 52 anos, afirmou que ele conversava com a cantora pelas redes sociais.

Leia também:

De acordo com o registro de ocorrência, o homem teria dito à polícia: “Ela sabe que eu estava vindo para cá, nós somos amigos”. Um segurança de Taylor disse que Hanks tocou a campainha e tentou entrar no prédio pelo menos cinco vezes nos últimos seis meses.

Johnson foi acusado de transgressão e libertado em seu próprio reconhecimento após uma acusação no domingo à noite.

O Daily News relata que fora do tribunal, Johnson deu um show e enviou mensagens diretas para a conta no Instagram da Swift e alegou que as sugestões de texto em seu telefone eram respostas dela.

Ele também exibiu uma ordem de restrição impedindo-o de contatar as modelos Bella e Gigi Hadid, que são amigas da Swift, disse o jornal.

Swift tem sido atormentada ao longo dos anos por perseguidores em suas casas em ambas as costas. Um homem diferente foi preso por invadir seu apartamento em Nova York em 2018 e tirar uma soneca, disse a polícia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News