Tatá Werneck se desculpa por piada sobre sexo oral: "Escrevi meio dormindo"

Stefanie Gaspar
·2 minuto de leitura
Tatá Werneck
Tatá Werneck

Resumo da notícia

  • Tatá Werneck divertiu o público ao falar sobre o dia do beijo

  • Após fazer piada com "boquete", a comediante se desculpou

  • Tatá afirmou que fez o post ainda com sono, e que só queria brincar com seus fãs

Tatá Werneck divertiu o público com uma piada ousada na madrugada desta quarta-feira (14), brincando a respeito do Dia do Beijo, comemorado ontem. A comediante falou que estava contente ao ver tantas fotos de casais nas redes sociais, mas que preferia algo mais apimentado para a próxima data comemorativa.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Dia do beijo, geral postando foto. Ansiosa pro dia do boquete", escreveu Tatá. O post fez sucesso, com mais de 34 mil likes, e a comediante voltou a se manifestar pedindo desculpas pela piada sexual..

Leia também

"Gente, desculpa. Acordei com aquele sono que faz tudo parecer coerente. O mesmo que faz você do nada mandar mensagem pra um ex dizendo 'saudade' e depois chorar de tarde dizendo que foi burra.".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Acúmulo de polêmicas

Tatá já causou várias polêmicas com suas brincadeiras e falas sobre sexo e política, e recentemente chegou a ser processada pela RedeTV! por ter dito que o vestido que estava usando custava o mesmo que uma "grade" da emissora. Em seguida, a atriz afirmou que decidiu leiloar o vestido que causou a polêmica. "Como vocês sabem, o vestido que usei gerou uma polêmica, estou sendo processada. Então pensei: Como transformar essa situação ruim numa situação boa? Então vou abrir um leilão e doar os lucros para uma instituição de caridade", afirmou.

Nos últimos dias, Tatá também recebeu críticas após pedir orações para Paulo Gustavo, que está internado há um mês com um caso grave de Covid-19. Nas redes sociais, o público reclamou do pedido de Tatá, e um internauta chegou a dizer que Paulo Gustavo já tinha todo o apoio médico possível, ao contrário de outras vítimas da pandemia. "Existem várias pessoas precisando de oração. Acho até falta de respeito que você peça para as pessoas se mobilizarem para orar por um homem que tem acesso ao melhor tratamento médico do país enquanto tem gente morrendo que só recebe uma receita de cloroquina na porta do hospital", escreveu.

Revoltada, Tatá afirmou que continuará rezando e puxando correntes de oração pela saúde do amigo. "Querido, não quer ajudar não atrapalha. Eu ponho TODOS OS DIAS NOS STORIES pedidos de orações. Agora não posso pedir pelo meu amigo?", rebateu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.