Tatá Werneck é criticada por Associação dos Cafeicultores por associar café a mal-estar

Redação Vida e Estilo
·1 minuto de leitura
Tatá Werneck foi duramente criticada (Foto: Reprodução/Instagram)
Tatá Werneck foi duramente criticada (Foto: Reprodução/Instagram)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma propaganda na qual a atriz Tatá Werneck, 37, aparece e associa o ato de beber café com uma digestão ruim repercutiu de forma negativa para a Associação dos Cafeicultores do estado do Rio de Janeiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

No comercial, Tatá bebe um café e logo sente os efeitos de azia. Com isso, ela recomenda o uso de um determinado antiácido. Só que a associação resolveu soltar uma nota de repúdio para defender o uso da cafeína.

De acordo com a nota, o café é a segunda bebida em consumo no Brasil e no mundo, superada apenas pela água. E ainda assegura que "diversos trabalhos científicos demonstram claramente os benefícios à saúde daqueles que bebem café diariamente".

Leia também:

Procurada, a assessoria de Tatá Werneck não havia respondido às solicitações até a publicação deste texto.

Atualmente, Tatá divide esses trabalhos com a maternidade. Em agosto, ela usou seu Instagram para fazer um desabafo sobre as cobranças em relação à maternidade. "O batom nao esconde os olhos cansados. Sou a melhor mae que posso ser. A melhor que posso. Nao a melhor do mundo. A melhor que posso. E meu amor nao tem limites", iniciou a humorista.

A artista continuou seu texto criticando mulheres que julgam a forma que outras mães cuidam dos próprios filhos. "Às vezes vejo outras mulheres julgando a maternidade das outras. Ainda existe espaço para isso? Nao existe mais isso de 'mae deve ser assim', 'mulher tem que ...'. Foi se o tempo do julgamento", salientou.