"Nunca usaria tapa-sexo, não combina comigo", diz Lorena Improta

Lorena Improta desfilará pela Viradouro no Rio de Janeiro (Foto: Danilo Borges/Divulgação)

Por Aline Nobre (@linesnobre) e Lucas Pasin (@lucaspasin)

Baiana, Lorena Improta vem descobrindo a paixão pelo Carnaval do Rio de Janeiro, onde desfilará neste ano – e pela segunda vez na vida, a primeira foi em 2018 - como musa da Viradouro, escola de Niterói. Solteira desde que terminou o noivado com o cantor Leo Santana, a bailarina – que já integrou o elenco do “Domingão do Faustão” - conversou com o Yahoo sobre os preparativos para a Sapucaí.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Ela conta que não é muito de beijar na boca nesta época, que encara o Carnaval como trabalho, e que nunca toparia usar o famoso tapa-sexo como parte de uma fantasia. 

"Tomo cuidado com as roupas que uso. Não me sinto confortável mostrando muito. Peito, bunda e barriga, tudo ao mesmo tempo, não consigo. Quando mostro bumbum, não mostro a parte de cima. E com a minha fantasia não será diferente, nunca usaria um tapa-sexo. Não combina comigo. É algo meu. Não consigo expor muito o corpo, fico agoniada", conta Lorena, que também justifica ter mais cuidado com a imagem por estar focada no público infantil. Ela já é bastante conhecida pelos 'Bailinhos da Lore' e arrasta uma multidão de fãs mirins. 

Lorena Improta foca nas crianças no Carnaval (Foto: Danilo Borges/Divulgação)

Leia também

Outro cuidado de Lore no Carnaval é com os famosos ‘romances da folia’.

Ela conta que está solteira, mas que precisa ter muita cautela para beijar na boca, pois não gosta de ser flagrada e envolvida em fofocas. Questionada se prefere passar a festa solteira ou namorando, a bailarina diz: "Não tem uma regra. Estou solteira, mas já passei namorando também. Os dois funcionam. Hoje, pra mim, Carnaval é uma época de muito trabalho. É raro que eu consiga curtir. E, além disso, qualquer curtição minha termina aparecendo na mídia, então preciso ter um pouco de cautela. Tento trazer o mínimo da minha vida pessoal para a mídia. Estou focada no trabalho". 

Rainha de bateria? Quem sabe um dia

Lorena Improta cogita um dia ser rainha de bateria de alguma escola de samba (Foto: Danilo Borges/Divulgação)

Lorena conta que sempre teve muita curiosidade com o Carnaval carioca e que tem o sonho de se envolver ainda mais nas histórias das escolas e nas comunidades. Mesmo tendo a dança como profissão, a bailarina confessa que ainda está 'engatinhando' nos passos de samba.

"Desfilei no ano retrasado como musa. Parei um ano para me dedicar a outros projetos, e agora quis voltar ao Carnaval do Rio. Fui muito bem acolhida na comunidade da Viradouro, e confesso que, assim como não vou abandonar a Bahia, não quero mais sair também da folia carioca. São energias diferentes, mas maravilhosas", ressalta Lore, que fala da diferença na hora de sambar.

"Sambo normal, mas o samba do Rio, da escola de samba, é diferente, tem outros passos. Estou aprendendo essa nova modalidade. Misturo com funk, axé, pagode, coloco tudo nos meus passos (risos). Mas as passistas da escola estão me ensinando. Aprendo muito nos ensaios, já que não tive tempo de fazer aulas."

Lorena Improta é musa do Carnaval do Rio de Janeiro (Foto: Danilo Borges/Divulgação)

Sobre um possível convite para ser rainha de bateria, Lore explica: "Com certeza tentaria encaixar na minha agenda. Mas acho que ainda vai demorar um pouco. Não me sinto pronta. Não quero ser rainha só por ser. Quero ocupar esse posto entendendo um pouco mais do Carnaval e também estar mais presente na comunidade. E sambando mais. Isso vai demorar um pouquinho, é um posto muito valioso"

5 kg ‘off’ para o Carnaval 

Lorena Improta perdeu 5kg para o Carnaval (Foto: Danilo Borges/Divulgação)

Com a agenda cheia, Lorena tenta ter uma alimentação saudável, mas diz que não consegue carregar marmitas já que viaja muito. Sobre os treinos, no entanto, a beldade está focada e revela já ter perdido cinco quilos. 

"Voltei dos Estados Unidos tem uns dois meses e estava comendo tudo por lá. Voltei e foquei. Perdi 5 quilos em um mês, fiquei bem magrinha. Agora, até o Carnaval, vou entrar em um processo de colocar massa magra. Mas estou treinando, focando. Não quero chegar na Avenida me sentindo mal", confidenciou a musa. 

'É preciso discutir sim o assédio no Carnaval'

Lorena Improta discute assédio no Carnaval (Foto: Danilo Borges/Divulgação)

Abraçando a campanha no 'Não é Não', muito divulgada no Carnaval, Lorena Improta fala também da importância de ações contra o assédio neste período de folia. A bailarina nunca passou por uma situação tão desagradável, mas reafirma que toda mulher precisa ser respeitada. 

"O Carnaval dá uma abertura maior para o assédio acontecer. Acho que as mulheres precisam utilizar da força que a mídia tem neste período e se posicionarem mesmo. Quando elas dizem não, é não mesmo. Temos que ser respeitadas e vou estar sempre do lado da mulher", diz a dançarina. 

Ela ainda reforça a importância da mulher para o Carnaval: "Nós somos a cara do Carnaval. Somos um misto de cores, alegria. Levamos o samba no pé, a nossa malemolência, gingado. Esse é o nosso momento de termos liberdade para ser feliz e não ter medo de julgamentos."