Irmã de Fiuk, Tainá Galvão lembra câncer e depressão: "Minha terapia é cuidar da saúde"

Giselle de Almeida
·1 minuto de leitura
A cantora Tainá Galvão. Foto: reprodução/Instagram/oficialtaina
A cantora Tainá Galvão. Foto: reprodução/Instagram/oficialtaina

Não é só Cleo que mobiliza a torcida de Fiuk nas redes sociais em torno do "Big Brother Brasil 21". Também irmã do cantor, Tainá Galvão ganhou um novo público desde o início do programa, graças a seus comentários sobre o reality. Ela diz que se assustou, num primeiro momento, com a nova visibilidade. 

"Vi que algumas pessoas podem ser bem cruéis. Mas não vou deixar de falar as coisas que eu acredito. Tem pessoas que vão gostar de mim, e outras não. Natural. Sou bem resolvida quanto a isso", afirmou a cantora ao site "Quem".

Leia também: 

Na entrevista à publicação, Tainá, que é filha do cantor Fábio Jr. e da artista plástica Cristina Kartalian, também falou sobre sua rotina na pandemia e seu compromisso com seu bem-estar, inclusive sua saúde mental. Ela explica que esse aspecto sempre foi uma questão para ela, desde que enfrentou um câncer e uma depressão.

"Em 2014, tive um câncer na tireoide e acabei tendo que remover ela toda — passei por uma tireoidectomia total. Isso afetou meu psicológico, porque desregulou muito meu organismo, além do meu estilo de vida — que já não era saudável. Mais tarde, em 2017, desenvolvi um quadro de depressão. E isso me assustou muito", revelou.

Depois de algumas mudanças em seu estilo de vida, Tainá diz que hoje se sente ótima. 

"Já conheço bem meu metabolismo, minhas predisposições genéticas... Acho muito importante saber como a gente funciona. Cada indivíduo é uma 'máquina' diferente. Neste último ano, estudei muito sobre tudo isso. A minha terapia é cuidar da minha saúde", afirmou.