• ‘Conversa Com Bial’ é a melhor alternativa da madrugada
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Conversa Com Bial’ é a melhor alternativa da madrugada

    Faz quase um mês que o ‘Conversa Com Bial’ estreou – tempo suficiente para avaliarmos o desempenho não só de Bial como mestre-de-cerimônias, mas também a saúde do programa, que veio com a grande responsabilidade de substituir o respeitado ‘Programa do Jô’.

  • O telejornalismo vive dias agitados
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    O telejornalismo vive dias agitados

    Quem acompanha as redes sociais volta e meia topa com algum comentário acusando a imprensa de ser responsável pela atual situação – política e econômica – pela qual o país vem passando. Há quem diga que o jornalismo é golpista, há quem insinue que ele é pró-esquerda, e não faltam os que enxergam mirabolantes conspirações nas redações dos jornais e telejornais brasileiros.

  • O ‘Masterchef’ e a maldição do “eu tô confiante”
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    O ‘Masterchef’ e a maldição do “eu tô confiante”

    Bote reparo: quando chega aquela hora da prova final do ‘Masterchef’, quem sempre fica em apuros é aquele candidato que na entrevista solta um “eu tô confiante”. E assim foi nesta terça com Nayane Barreto.

  • A mais intrigante série de todos os tempos está de volta
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    A mais intrigante série de todos os tempos está de volta

    No dia 8 de abril de 1990, um corpo enrolado em invólucro plástico foi encontrado boiando em um rio, nos arredores de Twin Peaks. O crime abalou a pequena e pacata cidade; afinal, a vítima era ninguém menos que Laura Palmer, a mais popular garota do local. E assim teve início ‘Twin Peaks’, a série que mudaria o jeito de se fazer ficção na TV. Agora, 27 anos depois, ‘Twin Peaks’ está de volta. E a estreia é nesta segunda, na Netflix.

  • Para além da novela teen
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Para além da novela teen

    ‘Malhação – Viva a Diferença’ encerra sua segunda semana no ar com índices positivos: segundo foi noticiado, a novela juvenil teve seu melhor índice de audiência desde 2009.

  • Por que o Brasil é assim? Por causa do Joaquim!
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Por que o Brasil é assim? Por causa do Joaquim!

    Vamos combinar que Joaquim (Chay Suede) é um mocinho acima da média: ele é capaz de malabarismos, manuseia o arco e flecha com maestria, maneja a espada como um Scaramouche, dá sábios conselhos feito um Maquiavel, é mais visionário que Steve Jobs. Não bastasse isso, está confirmado: a história do Brasil deve muito a ele. Vejamos:

  • O previsível mundo dos talent shows de celebridades
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    O previsível mundo dos talent shows de celebridades

    Semana passada escrevi sobre a diversidade de realities que pululam pela TV aberta. Bem, ficou de fora uma categoria curiosa: o talent show de celebridades. É uma classe estranha, mas já manjada, formada pelo programa ‘Dancing Brasil’, apresentado por Xuxa na Record às segundas, e pelo ‘Show dos Famosos’, quadro de destaque dentro do ‘Domingão do Faustão’.

  • Uma TV com muita realidade e pouca qualidade
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Uma TV com muita realidade e pouca qualidade

    Como todos sabemos, os realities shows tomaram conta da televisão no mundo. Tem a ver com o momento em que vivemos, com uma mudança de paradigma do espectador e também com a questão econômica; afinal, por mais caro que seja um reality, ainda assim ele custa menos do que uma ficção – principalmente se ela tiver produção elaborada e elenco de primeira.

  • Edição faz do ‘MasterChef Brasil’ o melhor reality
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Edição faz do ‘MasterChef Brasil’ o melhor reality

    Candidato Vitor Bourguignon é submetido à prova no programa (Foto: Divulgação/Band/Carlos Renis)

  • ‘Greg News’ é um late show na contramão da internet
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Greg News’ é um late show na contramão da internet

    Gregorio Duvivier em cena de seu programa na HBO (Foto: Reprodução/HBO)

  • ‘Malhação: Pro Dia Nascer Feliz’ chega ao fim com boa audiência
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Malhação: Pro Dia Nascer Feliz’ chega ao fim com boa audiência

    Final de ‘Malhação’ teve casamento duplo (Foto: Divulgação/Globo/João Miguel Júnior)

  • ‘Conversa com Bial’ acerta a mão em sua estreia
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Conversa com Bial’ acerta a mão em sua estreia

    Pedro Bial entrevista a ministra Carmen Lúcia ao lado de Fernanda Torres (Foto: Divulgação/Globo)

  • A história do Brasil em alta na televisão
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    A história do Brasil em alta na televisão

    Não é de hoje que a ficção da TV tem flertado com a história do Brasil, mas, por uma dessas curiosas coincidências (ou, quem sabe, apontando uma nova tendência), atualmente temos um número considerável de ‘histórias do Brasil’ no ar.

  • Descumprimento de regra derruba candidato no ‘MasterChef’
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Descumprimento de regra derruba candidato no ‘MasterChef’

    Uma eliminação inusitada aconteceu no ‘MasterChef Brasil’ desta terça: afinal, quem deixou o reality culinário não foi o concorrente que apresentou o pior prato, mas aquele cuja receita havia sido até razoavelmente elogiada. Abel Chang acabou saindo do programa por descumprir uma das orientações da prova.

  • O que salva ‘Girlboss’ é a despretensão
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    O que salva ‘Girlboss’ é a despretensão

    Não se deixe enganar por ‘Girlboss’, a série que estreou na última sexta-feira na Netflix. Aparentemente (e algumas resenhas ajudaram a reforçar isso) é uma ‘dramédia’ – ou comédia dramática – sobre moda e cujo público alvo é o sexo feminino. Li também por aí que a série é sobre o sucesso, ou não ter vergonha de fracassar. Em outro texto – esse gringo – o resenhista avaliava que o tema gira em torno do egoísmo da Geração Y. Pois bem, é tudo isso e não é nada disso.

  • ‘Tamanho Família’ reestreia repetindo fórmula que fez sucesso
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Tamanho Família’ reestreia repetindo fórmula que fez sucesso

    O programa mais família do domingo voltou: a segunda temporada de ‘Tamanho Família’, game show comandado por Márcio Garcia, estreou neste domingo ao melhor estilo “em time que está ganhando não se mexe”. Ou seja, pouquíssima coisa mudou em relação à temporada passada: lá estavam Márcio apresentando, a Família Lima fazendo a trilha, os convidados e seus familiares disputando gincanas e chorando ao final.

  • ‘Vade Retro’ investe no humor com pitadas de horror
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Vade Retro’ investe no humor com pitadas de horror

    Fernanda Young e Alexandre Machado são conhecidos pelo texto esperto de séries como ‘Os Normais’, ‘Os Aspones’ e ‘Minha Nada Mole Vida’. Pois bem, “Vade Retro’,  a nova série em doze capítulos que estreou nesta quinta-feira na Globo, traz os elementos reconhecíveis da dupla Young & Machado: o humor sarcástico, doses de nonsense, pitadas de crueldade, insinuações de sexo, ritmo acelerado. Mas, desta vez, ao humor somam-se algumas doses de horror.

  • Lady Night é o melhor “não” talk show da TV
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Lady Night é o melhor “não” talk show da TV

    Tatá Werneck e Fábio Porchat deixaram o ‘Tudo Pela Audiência’ de lado e cada um foi encarar seu próprio talk show. Com uma estrutura melhor, o humorista aboletou-se na Record com o ‘Programa do Porchat’, no ar desde o ano passado. Tatá, por sua vez, continua no Multishow e estreou há poucos dias o ‘Lady Night’, uma mistura de programa de entrevistas com game show – mais ou menos como tentou Marcelo Adnet com seu ‘Adnight’. A diferença é que, no caso de Tatá, a fórmula tem dado certo.

  • ‘Mister Brau’ estreia com mais romance e menos graça
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Mister Brau’ estreia com mais romance e menos graça

    Sejamos sinceros: não tem horas que reality show fica meio over? Quero dizer, você já tem um cotidiano chato, com chefe te dando bronca e acaba discutindo a relação em algum momento do dia (café da manhã? Quando chega do trabalho? Cada um tem seu horário…); daí, liga a TV e tem os jurados do ‘MasterChef BR’ passando aquela descompostura nos candidatos. Ou muda para a Record e topa com aqueles casais brigando entre si ou com outros casais – como se já não tivéssemos visto o suficiente nos últimos meses durante o ‘BBB’…

  • ‘Os Dias Eram Assim’, um romance nos tempos da ditadura
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    ‘Os Dias Eram Assim’, um romance nos tempos da ditadura

    Volta e meia a televisão se aventura a usar os anos da repressão militar no Brasil como pano de fundo. Já tivemos a novela ‘Amor e Revolução’ no SBT, em 2011; a competente série ‘Magnífica 70’, na HBO (em 2015) e agora a supersérie ‘Os Dias Eram Assim’, na Globo. E por que supersérie? Porque, com 88 capítulos, a trama escrita por Ângela Chaves e Alessandra Poggi, fica no meio caminho entre a série e a novela.

  • Glória Perez faz o básico em ‘A Força do Querer’
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Glória Perez faz o básico em ‘A Força do Querer’

    Depois de duas semanas desde a estreia de ‘A Força do Querer’, já é possível ter uma percepção mais clara sobre o novo folhetim de Glória Perez. Importante lembrar, porém, que essa dezena e meia de capítulos é apenas introdução para uma trama que ainda terá muitas viradas. Todavia, algumas conclusões podem ser tiradas pelo que vimos até agora.

  • Um balanço do ‘Big Brother Brasil 17’
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Um balanço do ‘Big Brother Brasil 17’

    Depois de 77 dias confinadas em uma casa totalmente vigiada por câmeras e microfones, eis que as três últimas concorrentes do ‘BBB 17’ finalizam o jogo. Venceu Emilly. Sua vitória já era bola cantada há mais de mês. A cultura fandom, que domina o ‘BBB’ há poucas temporadas, foi avassaladora para o jogo: uma vez definido quem tem o fã-clube mais forte, não há mais como vencer aquele competidor pelo voto. Foi assim na edição passada, foi assim este ano e assim será na próxima edição. ...

  • A nada mole vida de Tiago Leifert
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    A nada mole vida de Tiago Leifert

    Certamente Tiago Leifert deve sentir saudades dos tempos em que seu maior problema era o “ajayô” do Carlinhos Brown. Afinal, desde que substituiu Pedro Bial como mestre-de-cerimônias no ‘Big Brother Brasil’, a rebimboca tem piado um bocado. Leifert estreou em uma das edições mais tensas e complicadas da história do reality no país. Tão complicada que até polícia apareceu por lá.

  • Quando o reality show imita a realidade
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Quando o reality show imita a realidade

    Era para ser mais uma daquelas edições de segunda-feira, com um monótono apanhado do que havia acontecido no ‘BBB’ nas últimas 24 horas enquanto se espera a próxima votação. Acontece que não foi uma segunda-feira qualquer dentro da casa, assim como também não foram as rotineiras 24 horas. E o grande anúncio da noite foi feito por um circunspecto Tiago Leifert: Marcos havia sido eliminado por ter agredido Emilly.

  • Domingas: uma boa personagem numa novela divertida
    Vida e Estilo
    Jeferson de Sousa - Tela Plena

    Domingas: uma boa personagem numa novela divertida

    Duas semanas é tempo suficiente para saber se uma novela vai engrenar ou não. Pode-se dizer, portanto, que ‘Novo Mundo’, cuja estreia ocorreu no dia 22 de março, passou do período de experiência e mostrou ao que veio. No caso do folhetim das seis, o ritmo vai bem, obrigado. O texto de Thereza Falcão e Alessandro Marson dosa espertamente ação, romance e comédia – aliás, faz algum tempo que não temos personagens tão divertidos sem cair na fanfarronice do “núcleo pobre” – até porque em ‘Novo Mundo’ quem não é nobre, é pobre.