• 'Jibing' é a nova tendência de namoro
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    'Jibing' é a nova tendência de namoro

    Acompanhar o jargão moderno do mundo do namoro pode ser quase tão difícil quanto sobreviver nesse universo.

  • 4 dicas e um bônus para casais que moram em casas separadas
    Vida e Estilo
    Marcela De Mingo

    4 dicas e um bônus para casais que moram em casas separadas

    Para casais que vivem em casas separadas, o mais importante é focar na comunicação

  • Amor via internet: conheça a história de dois casais que se conheceram online
    Vida e Estilo
    Marcela De Mingo

    Amor via internet: conheça a história de dois casais que se conheceram online

    Conversamos com dois casais que se conheceram pela internet para mostrar como é possível e

  • Thaynara OG fala sobre término com Gustavo Mioto e lamenta boatos: "Histórias infundadas"
    Vida e Estilo
    Redação Vida e Estilo

    Thaynara OG fala sobre término com Gustavo Mioto e lamenta boatos: "Histórias infundadas"

    Thaynara OG pede empatia em relação a sua vida pessoal

  • 13 mulheres contam como foi a experiência de namorar o melhor amigo
    Vida e Estilo
    Vida y Estilo Internacional

    13 mulheres contam como foi a experiência de namorar o melhor amigo

    Apaixonar-se pelo seu melhor amigo é algo bem comum. Talvez o entendimento que um tem do outro possa ser algo positivo. No entanto, será que transformar a amizade em “algo mais” é uma boa ideia?

  • Ao descobrir traição com mais de 30 mulheres, empresária transforma dor em lucro
    Vida e Estilo
    Colaboradores Yahoo Vida e Estilo

    Ao descobrir traição com mais de 30 mulheres, empresária transforma dor em lucro

    Autora lembra que os sinais de que havia algo errado no relacionamento de quase um ano eram muitos, mas simplesmente “não queria ver”.

  • Como é terminar um relacionamento a três? Relatos te farão entender
    Vida e Estilo
    Colaboradores Yahoo Vida e Estilo

    Como é terminar um relacionamento a três? Relatos te farão entender

    Namorar com duas pessoas e fazer parte de um trisal tem suas peculiaridades. Inclusive na hora de colocar um ponto final no relacionamento

  • Dora Figueiredo publica vídeo relatando relacionamento abusivo
    Vida e Estilo
    Estadão Conteúdo

    Dora Figueiredo publica vídeo relatando relacionamento abusivo

    'Nada que eu tenha feito justifica o jeito como eu fui tratada, a forma como ele falava comigo e as coisas que eu ouvi', desabafou a youtuber

  • Mulher de 24 anos é confundida com cuidadora do marido, 55 anos mais velho
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    Mulher de 24 anos é confundida com cuidadora do marido, 55 anos mais velho

    Uma mulher norte-americana costuma ser confundida com a cuidadora do marido, de 79 anos, devido aos 55 anos de diferença entre eles.

  • Casal com diferença de 55 anos de idade defende seus planos de ter filhos
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    Casal com diferença de 55 anos de idade defende seus planos de ter filhos

    O casal chegou às manchetes por ser regularmente confundido como sendo parentes ou paciente e cuidadora - mas agora eles estão planejando ter filhos juntos.

  • Flerte por mensagem cria ilusão de conhecer alguém, diz autora de 'Cat Person'
    Vida e Estilo
    Folhapress

    Flerte por mensagem cria ilusão de conhecer alguém, diz autora de 'Cat Person'

    PARATY, RJ (FOLHAPRESS) - "Fiquei surpresa ao ver que pessoas nunca imaginaram que isso pudesse se passar com uma jovem", disse a escritora Kristen Roupenian sobre as reações a seu conto "Cat Person", publicado no fim de 2017 pela revista New Yorker e rapidamente tornado viral. No conto, uma jovem de 20 anos conhece um homem de 34, passa a trocar muitas mensagens pelo celular com ele, mas, quando o encontro é para valer, tudo dá errado. Não há propriamente coerção, mas a garota sente como se não pudesse simplesmente sair da situação e passa a ver no homem que antes a interessava apenas aspectos asquerosos e repulsivos. O conto agora faz parte da coletânea "Cat Person e Outras Histórias" (Companhia das Letras, 256 págs., R$28), o primeiro livro de Roupenian. A escritora americana participou nesta quinta (11) da mesa "Bom Conselho", na Festa Literária de Paraty, junto da canadense Sheila Heti, autora de "Maternidade". A conversa foi mediada por Branca Vianna, a voz do podcast Maria Vai com as Outras, da revista piauí. Segundo Roupenian, o conto mostra como trocar mensagens com alguém pode dar a falsa impressão de que se está conhecendo a pessoa, mas que há, na verdade, muito espaço para se fantasiar, se construir uma pessoa fictícia, por vezes muito distante da pessoa real. "Esses flertes por mensagens, que sabemos que são prazerosos, dão a falsa sensação de que conhecemos alguém", disse. O conto ganhou repercussão internacional nas redes sociais e fora delas. Mas, ao lê-lo no contexto dos outros contos reunidos em livro, como explicitou Vianna, tem-se a dimensão de que aquela também, como outros do volume, pode ser uma história de terror. "Quando 'Cat Person' foi publicado na revista, alguns leitores mais espertos falaram: 'Nossa, parece um filme de terror'. Num determinado momento você diz 'não, não entra aí, não vá à casa dele'", disse Roupenian a uma audiência em parte desatenta que, após um pouco menos de uma hora de debate, começava a deixar o auditório ou a mexer em celulares. A conferência era uma das mais aguardadas desta edição. Mas a história não é de terror. "Nós mulheres fazemos algo enorme a partir dos sentimentos, maiores do que as circunstâncias." Como Vianna disse na abertura da mesa, a quinta da programação oficial do evento, as duas autoras têm algumas coisas em comum: ambas são brancas, da América do Norte, tratam de questões femininas em seus livros, e aparentam ter a mesma idade -Roupenian tem 38, Heti, 42. Sheila Heti aborda em seu oitavo livro, "Maternidade", por meio da voz de uma narradora que se confunde à da autora, as dúvidas de uma mulher sobre se deveria ou não ter filhos. "Eu queria que o livro fosse algo filosófico, uma luta contra essa pergunta, e você não sabe se ela é um demônio ou um anjo", diz Heti. "Eu tinha a impressão de que o fato de me colocar essa pergunta já me levaria para longe da humanidade." Para Heti, embora estejamos num momento único da história da humanidade, em que as mulheres podem se colocar essa questão e podem escolher se querem ou não gerar uma vida, elas ainda são julgadas por suas decisões. "Se seu corpo pode ter filhos, só pode haver algo de errado com você se não quer tê-los. Há uma ideia de que, se você não tem filhos, você não adquire uma certa sabedoria, que você não amadurece, fica presa na adolescência.

  • Mulheres bissexuais falam sobre as principais diferenças entre namorar pessoas de diferentes gêneros
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    Mulheres bissexuais falam sobre as principais diferenças entre namorar pessoas de diferentes gêneros

    É bem provável que pessoas bissexuais, pansexuais e queer que namoraram pessoas de mais de um gênero tenham notado diferenças nesses relacionamentos e experiências sexuais

  • Agendar um dia para o sexo é bom para o relacionamento
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    Agendar um dia para o sexo é bom para o relacionamento

    Até 30% dos recém-casados ​​marcam o dia de sexo com seus parceiros e, embora pareça entediante, pode ser positivo para manter um relacionamento

  • Viúvo ou divorciado? Saiba como a mudança de estado civil afeta a sua saúde
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    Viúvo ou divorciado? Saiba como a mudança de estado civil afeta a sua saúde

    Segundo uma pesquisa espanhola viúvos e divorciados estão entre os que mais sofrem

  • Noivo se finge de morto para pedir namorada em casamento: 'Queria passar uma lição'
    Vida e Estilo
    Amanda Caroline

    Noivo se finge de morto para pedir namorada em casamento: 'Queria passar uma lição'

    A história de amor de Kessy Sarmento e Klissia Rodrigues, do Amazonas, chocou a internet

  • Um terço das mulheres só vão a encontros pela refeição de graça
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    Um terço das mulheres só vão a encontros pela refeição de graça

    De acordo com uma nova pesquisa publicada na Sociedade para Personalidade e Psicologia Social, não estamos sozinhos, já que 23-33% das mulheres vão a encontros na esperança de uma refeição grátis.

  • Como essas 8 mulheres descobriram que eram lésbicas
    Vida e Estilo
    Vida e Estilo International

    Como essas 8 mulheres descobriram que eram lésbicas

    para mostrar o quão variado é cada experiência de se perceber como não heterossexual, essas mulheres que passaram pelo mesmo processo de se questionar explicam como descobriram que eram lésbicas.