paulo gustavo

  • Niterói instala placas com o nome de Paulo Gustavo em rua da cidade

    A homenagem ao comediante foi aprovada pela Câmara Municipal no dia 13 de maio, nove dias após a morte do artista

  • Mônica Martelli mostra quadro em homenagem a Paulo Gustavo: "Obra mais importante da minha casa"

    O quadro foi um presente do artista René Machado.

  • Niterói aprova mudança de nome de rua para homenagear Paulo Gustavo

    Foi aprovado pela Câmera de Niterói a troca do nome de via para Rua Ator Paulo Gustavo

  • Mônica Martelli diz que recebeu ligação de Paulo Gustavo no hospital: "Ele tinha muito medo de morrer"

    Resumo da notícia Mônica Martelli se emocionou ao lembrar de uma ligação que recebeu de Paulo Gustavo durante a internação do amigo A apresentadora afirmou que Paulo tinha muito medo de morrer Mônica também criticou o governo federal, e afirmou que ninguém mais deveria morrer de Covid-19 no Brasil Em seu retorno ao 'Saia Justa', do GNT, Mônica Martelli se emocionou ao falar da morte de Paulo Gustavo, e explicou que o amigo disse que tinha muito medo de morrer de Covid-19. Mônica contou que ela e os amigos de Paulo Gustavo criaram um grupo de apoio no Whatsapp quando o humorista foi internado, e que fizeram ligações para consolar o amigo no hospital.   Leia também: Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, ganha homenagens de famosos no Dia das Mães Thales Bretas homenageia Paulo Gustavo com foto de Dona Hermínia: "Mãe mais amada do Brasil" Mãe de Paulo Gustavo se pronuncia após morte do ator: "Agradecida pelas orações" "Esse grupo se uniu, os amigos dele se reuniram e só conseguimos atravessar esse deserto de dor por causa desse grupo. A gente rezava juntos, fazia zoom todo dia. Ontem, a gente combinou que, assim que acabasse a missa, a gente ia postar esse vídeo dizendo que ele queria vacina. Ele tinha muito medo de morrer, falava toda hora isso. Se eu pegar, vou morrer. No hospital, depois que ele saiu do oxigênio, ele me ligava e dizia que estava sofrendo muito, que não era uma gripezinha, que era muito doído", lamentou, chorando. A apresentadora afirmou que o governo federal é responsável pela morte de Paulo Gustavo, e que não existe fatalidade na tragédia. "Todo mundo que amava o Paulo Gustavo tem que se perguntar: por que no Brasil não temos vacina suficiente? A gente tem que se perguntar. Não foi uma fatalidade. Ele era um homem saudável, sem nenhuma comorbidade. Existe responsável para isso. Fico indignada, mas o que sinto mais forte é perplexidade". Atualmente, o Senado apura ações e omissões do governo federal no combate à pandemia na CPI da Covid. O depoimento mais recente foi do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que se esquivou sobre o uso da cloroquina e negou ter autorizado a distribuição do medicamento. De acordo com as informações já levantadas pela CPI, o governo do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) recusou 11 ofertas formais de fornecimento contra a Covid-19. Todas as propostas foram ignoradas pelo Ministério da Saúde.

  • 'Existe responsável', Mônica Martelli fala sobre morte de Paulo Gustavo

    A atriz se emocionou ao falar do amigo, e desabafou sobre o processo de vacinação no Brasil, afirmando que a morte do ator não foi uma fatalidade e tem responsáveis

  • 'Tudo foi especial', diz Thales Bretas ao relembrar casamento com Paulo Gustavo

    O casal oficializou a relação em dezembro de 2015, e ficaram juntos até a morte de Paulo Gustavo no dia 4 de maio deste ano

  • Schmütz rebate Pugliesi e critica famosos que fizeram "dancinha" após a morte de Paulo Gustavo

    Segundo a comediante, o momento é grave e não dá espaço para postar "look do dia"

  • Danielle Winits critica governo Bolsonaro: "Paulo Gustavo não morreu de Covid, morreu de Brasil"

    A atriz afirmou que o Brasil precisa de políticas eficientes contra a Covid-19

  • "Quando chegar minha vez, já vou ter morrido", diz Paulo Gustavo em vídeo antigo sobre vacina

    Resumo da notícia Thales Bretas postou um vídeo antigo de Paulo Gustavo, no qual o humorista fala sobre a ansiedade pela chegada da vacina contra a Covid-19 Paulo Gustavo morreu na semana passada após complicações da doença No vídeo, Paulo brinca que vai morrer de causas naturais antes de conseguir tomar o imunizante Pouco depois da missa de sétimo dia de Paulo Gustavo, Thales Bretas, marido do humorista, postou em seu Instagram um vídeo antigo do humorista afirmando que estava ansioso para tomar a vacina contra a Covid-19. Paulo Gustavo morreu na semana passada após passar dois meses internado com um caso grave da doença. "Eu tô louco pra tomar vacina. Quero virar jacaré, vamos embora. Aí a pessoa diz que vai dar m****, vamo embora! Tomei vacina desde que nasci, tomei vacina a vida toda, vamo embora viado! Vai ser com certeza. Ah, tem que dar autorização, pois eu dou! Problema é meu, eu vou tomar muita vacina. Ah, vai virar viado. Eu já sou viado, querida. Não tem jeito, quando chegar essa vacina eu tomo. Mas do jeito que tá demorando, quando chegar minha hora eu já vou ter morrido de morte natural, porque tá demorando muito", riu o humorista no vídeo. Leia também: Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, ganha homenagens de famosos no Dia das Mães Thales Bretas homenageia Paulo Gustavo com foto de Dona Hermínia: "Mãe mais amada do Brasil" Mãe de Paulo Gustavo se pronuncia após morte do ator: "Agradecida pelas orações" Atualmente, o Senado apura ações e omissões do governo federal no combate à pandemia na CPI da Covid. O depoimento mais recente foi do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que se esquivou sobre o uso da cloroquina e negou ter autorizado a distribuição do medicamento. De acordo com as informações já levantadas pela CPI, o governo do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) recusou 11 ofertas formais de fornecimento contra a Covid-19. Todas as propostas foram ignoradas pelo Ministério da Saúde.  Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugarAssine agora a newsletter Yahoo em 3 MinutosAssine agora a newsletter Yahoo em 3 MinutosAssine agora a newsletter Yahoo em 3 MinutosAssine agora a newsletter Yahoo em 3 MinutosAssine agora a newsletter Yahoo em 3 Min

  • Thales Bretas faz homenagem emocionada em missa de Paulo Gustavo: "Te amarei para sempre"

    Resumo da notícia Familiares e amigos se reuniram no Cristo Redentor nesta terça (11) para a missa de sétimo dia de Paulo Gustavo O ator faleceu após dois meses internado com um caso grave de Covid-19 A missa, transmitida ao vivo pela Multishow, contou com uma homenagem emocionada de Thales Bretas, marido de Paulo Gustavo Amigos e familiares de Paulo Gustavo se reuniram na noite desta terça-feira (11) no Santuário do Cristo Redentor para a missa de 7º dia do artista. Paulo Gustavo morreu na semana passada após passar cerca de dois meses internado com um caso grave de Covid-19. A cerimônia foi restrita a familiares e amigos próximos para evitar aglomerações, e foi transmitida ao vivo pelo Multishow. Na primeira fila, Thales Bretas, marido de Paulo, Déa Lúcia e Júlio Barros, mãe e pai do humorista, e Ju Amaral, irmã, se despediram do humorista em meio a momentos emocionados e discursos sobre a trajetória do artista. Leia também Preta, Lula, Mônica e mais famosos lamentam morte de Paulo Gustavo Relembre Dona Hermínia, de 'Minha mãe é uma peça', e outros personagens de Paulo Gustavo Caetano Veloso lamenta morte de Paulo Gustavo: "O povo deve revoltar-se contra os responsáveis" Entre os convidados estavam o empresário Anderson Baumgartner, as atrizes Regina Casé e Heloísa Perissé e os apresentadores Luciano Huck e Angélica.  Chorando muito, Thales Bretas agradeceu pelo tempo que conseguiu passar ao lado do marido, e afirmou que sempre amará Paulo Gustavo. "Tínhamos tantos planos para tantos anos que acho que é para além desta encarnação. Prometo cuidar para sempre de nossos filhos e transmitir tudo o que aprendi com você. Te amei demais, te amo e te amarei para sempre. Espero ter a honra de cruzar de novo com essa luz na eternidade". Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos Dona Déa Lúcia também agradeceu por ter conhecido o filho, e cantou a música 'Fascinação' como homenagem. "Meu filho passou no teste do Enem da vida. Eu não sou forte como todo mundo diz. A minha força está em Deus. É a fé que me ajuda", disse a matriarca. MEMÓRIA Paulo Gustavo morreu aos 42 anos, após quase dois meses internado em um hospital da zona sul do Rio, devido a complicações da Covid. Antes da confirmação de morte, a equipe médica já tinha classificado seu quadro como irreversível. “Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante”, afirmava o último boletim médico. O ator foi internado no dia 13 de março e respondeu bem ao tratamento. Porém, no dia 2 de abril, seu estado piorou e ele passou a respirar com a ajuda de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), uma espécie de pulmão artificial. Nos dia seguinte, a equipe médica identificou uma fístula broncopleural, espécie de comunicação anormal entre os brônquios e a pleura, que foi corrigida. Paulo Gustavo também teve que receber uma transfusão de sangue, segundo seu marido. Dias depois foi realizada uma toracoscopia, na qual uma nova fístula broncopleural foi identificada e corrigida. “Todos os profissionais têm se empenhado incessantemente pela sua recuperação”, afirmou boletim médico divulgado no último dia 11.

  • Luciano Huck, Preta Gil, Luísa Sonza e outras celebridades cobram seriedade com a Covid

    Veja como as celebridades estão cobrando as medidas, após morte do autor e humorista Paulo Gustavo

  • "Não deu tempo de tomar a vacina", lamenta irmã de Paulo Gustavo

    Juliana Amaral fez uma homenagem para o irmão em seu Instagram

  • Em homenagem, irmã de Paulo Gustavo posta última foto com o ator

    "Sempre de mãos dadas. Sempre e para sempre", ela escreveu nas redes sociais

  • Ingrid Guimarães culpa governo e negacionismo por morte de Paulo Gustavo: "Já era pra estar vacinado"

    A atriz não poupou críticas ao governo federal durante a pandemia

  • Thales Bretas conta como explicou aos filhos da morte de Paulo Gustavo

    Os dois são pais de Gael e Romeu, que completarão dois anos de idade em agosto

  • 'Para sempre o amor da minha vida', diz Thales Bretas sobre Paulo Gustavo

    Paulo Gustavo morreu na terça-feira (4), aos 42 anos, em decorrência de complicações da Covid-19

  • Mãe de Paulo Gustavo chora ao falar de corrupção: "Roubar na pandemia é assassinato"

    Resumo da notícia Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, fala sobre despedida do filho e se revolta com casos de corrupção Ao "Fantástico", ela falou que "corrupção na pandemia é assassinato" No Senado brasileiro, o governo federal é investigado por omissão durante o combate da pandemia da Covid-19 Em entrevista durante o especial do 'Fantástico' homenageando a carreira de Paulo Gustavo, a mãe do humorista, Déa Lúcia, se emocionou ao falar sobre casos de corrupção durante a pandemia. Paulo Gustavo morreu após dois meses internado com um caso grave da Covid-19. "Fiquei 53 dias rezando, pedindo forças para Deus. Na pandemia, cada morte de um filho eu chorava por essa mãe, sem saber que meu filho também ia passar por isso. Roubar na pandemia é assassinato. Durante um ano, quando meu filho estava viajando pelo país até as crianças nascerem, ele terminava o espetáculo dizendo que homofobia era crime e corrupção mata. E roubar na pandemia é assassinato!", disparou, chorando. Leia também: Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, ganha homenagens de famosos no Dia das Mães Thales Bretas homenageia Paulo Gustavo com foto de Dona Hermínia: "Mãe mais amada do Brasil" Mãe de Paulo Gustavo se pronuncia após morte do ator: "Agradecida pelas orações" Déa Lúcia não citou nenhum nome ou fez referência direta ao governo do presidente Jair Messias Bolsonaro. Atualmente, o Senado apura ações e missõeso do governo federal no combate à pandemia na CPI da Covid. O depoimento mais recente foi do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que se esquivou sobre o uso da cloroquina e negou ter autorizado a distribuição do medicamento. Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

  • Déa Lúcia fala sobre a morte de Paulo Gustavo: "Tenho que ter força"

    Mãe do ator dá primeira entrevista após a morte do filho ao "Fantástico" neste domingo (9).

  • Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, ganha homenagens de famosos no Dia das Mães

    Artistas como Luciano Huck e Ingrid Guimarães publicaram mensagens de apoio nas redes sociais.

  • Thales Bretas homenageia Paulo Gustavo com foto de Dona Hermínia: "Mãe mais amada do Brasil"

    Viúvo declarou seu amor pelo humorista, que aparece amamentando um dos filhos do casal.