novela

  • Globo avisa que “Verdades Secretas 2” é “obscena, viciante, violenta e não recomendada”

    A história é protagonizada por Agatha Moreira, Camila Queiroz e Romulo Estrela

  • Sexo, vingança e tudo que você precisa saber sobre “Verdades Secretas 2”

    A primeira parte da segunda temporada será disponibilizada na Globoplay no próximo dia 20 de outubro

  • Autora de “Nos Tempos do Imperador” reconhece cena de racismo reverso: “Foi péssimo”

    Em uma cena, um diálogo de 1980 sugeria racismo reverso, algo que não existe.

  • “Nos Tempos”: Dom Pedro II trai Imperatriz com Condessa e se declara

    O beijo acontece durante um passeio por uma parte do Rio de Janeiro que hoje é conhecida como a Zona Sul

  • Família tradicional? Personagem de 'Gênesis' tem 13 filhos, 2 mulheres e 2 amantes

    Diferente do que acontece hoje, no tempo que Jacó teria vivido as amantes eram mais parte de uma relação poliamorosa do que uma relação de traição e infidelidade

  • Atriz comemora primeiro beijo com homem trans na história da TV brasileira: "Símbolo de luta"

    Juliana Alves usou suas redes sociais para falar sobre a importância da cena do beijo de Renatinha, sua personagem na novela 'Salve-se Quem Puder', e Catatau. O momento marcou o primeiro beijo entre um homem trans e uma atriz cisgênero em uma novela brasileira.  Na novela, Renatinha se cansa de correr atrás de Rafael e passa a se interessar por Catatau, interpretado por Bernardo de Assis. Após ver Catatau sendo discriminado por ser um homem trans, Renatinha resolve intervir na situação e os dois acabam se beijando. Leia também: Internado com Covid-19, Luciano Szafir é retirado da ventilação mecânica Giovanna Ewbank mostra preparativos da festa de 1 ano de Zyan Mari Gonzalez visita Bianca Andrade e se derrete por Cris: "Vai trazer muita alegria" "Me sinto muito honrada em fazer parte dessa cena emblemática na história da teledramaturgia: o primeiro beijo entre um homem trans e uma mulher cis em uma novela brasileira. O primeiro beijo trans interracial na nossa televisão aberta. É gratificante para mim, enquanto atriz, poder usar o meu trabalho para trazer representatividade e ajudar a normalizar o amor em todas as suas formas", escreveu ela. Bernardo também lembrou que trata-se de um beijo entre um casal interracial, e afirmou que ficou emocionado ao protagonizar o beijo em horário nobre da Globo.  "Por que esse beijo é tão simbólico? Em um país que aumentou a violência contra mulheres negras e no país que mais mata pessoas LGBTQI+ no mundo, essa cena simboliza o reconhecimento do nosso direito de ter uma vida digna e de ser feliz", completou Juliana Alves. Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos