fatima bernardes

  • Thales Bretas volta ao trabalho após morte de Paulo Gustavo: "Acharam que era precoce"

    Resumo da notícia: Thales Bretas falou no Encontro com Fátima Bernardes sobre os dois meses sem Paulo Gustavo O médico explicou que voltar ao trabalho lhe deu alegria de viver novamente Paulo Gustavo morreu no dia 4 de maio após uma longa internação com Covid-19 Thales Bretas participou do 'Encontro' para falar sobre a vida dois meses após a morte do marido, Paulo Gustavo. O médico afirmou que aos poucos consegue voltar a se interessar pelo futuro, e que seus pilares são os filhos do casal, seu trabalho e os amigos. "Nossos filhos são tudo para mim, fazem eu me interessar pela vida, são a coisa mais importante. E depois tem o meu trabalho, muita gente achou que era precoce eu resolver voltar, mas eu tenho só vontade de crescer, estudar mais, é algo muito positivo na minha vida", explicou. Leia também: Por que estamos viciados em Zé Felipe e Virgínia? Após pagar velório, Tatá Werneck aluga casa para mãe de Mabel Calzolari 5x que Paolla Oliveira mostrou que curvas fazem parte do corpo da brasileira Sobre a vida sem o parceiro, Thales explicou que seu cotidiano ainda é muito melancólico. "É muito difícil ainda. É bom relembrar as coisas boas. Vivi o período de hospital e internação. Como médico, talvez estivesse preparado, mas confesso que vi coisas que me traumatizaram um pouco. Às vezes, é bom falar sobre isso; às vezes, é melancólico". Antes do programa, o médico fez uma homenagem para Paulo Gustavo, que morreu dia 4 de maio em decorrência de complicações da Covid-19. "Exatos dois meses sem a esperança de te reencontrar, de te ver acordar e te receber de braços abertos na nossa família e na nossa casa", iniciou o médico no Instagram neste domingo (4), relembrando a partida do artista. "Embora tenha ficado quase dois meses internado, eu conseguia te sentir pertinho, cuidar de você, colocar as músicas que você gostava no ouvido e te fazer um carinho, como fazia toda noite no seu ritual para dormir. Agora eu escuto o silêncio da sua ausência. Ainda mais forte que a sua presença avassaladora", descreveu Bretas. Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

  • Fátima Bernardes pede desculpas por fala incorreta sobre travestis: "Não é manifestação artística"

    Resumo da notícia: Fátima Bernardes foi criticada após definir a transexualidade como uma "manifestação artística" A apresentadora pediu desculpas pela fala e esclareceu a situação No caso, Fátima estava se referindo a drag queens Fátima Bernardes foi muito criticada durante o 'Encontro' em uma conversa com Jairo Bauer, médico psiquiatra intitulado como especialista em sexualidade. Após uma pergunta de uma internauta, que questionou a diferença entre transexuais e travestis, Jairo afirmou que em ambos os casos "o corpo não se adequa com a identidade", e Fátima e o especialista completaram que a transexualidade pode ser considerada como uma "manifestação artística". Nas redes sociais, o público apontou como desserviço as falas de Fátima e do psiquiatra, já que a transexualidade nada tem a ver com manifestação artística. Transexualidade tem a ver com identidade de gênero, não definida pela genitália, já que expressão de gênero leva em conta fatores sociais e culturais. No caso de manifestações artísticas envolvendo gênero, estamos falando de drag queens, não de pessoas trans. Leia também: Por que estamos viciados em Zé Felipe e Virgínia? Após pagar velório, Tatá Werneck aluga casa para mãe de Mabel Calzolari 5x que Paolla Oliveira mostrou que curvas fazem parte do corpo da brasileira Após as críticas, Fatima retomou o tema durante o 'Encontro' e se desculpou pelo erro. "Ontem, tiramos algumas dúvidas sobre o universo LGBTQIA+. Enquanto o especialista respondia a dúvida de uma professora sobre a diferença entre tavestis e transexuais, eu fiz uma observação de que a travesti poderia ser uma manifestação artística. Falei isso porque tive muita convivência com a Rogéria, e vi várias vezes que ela não se via como uma mulher, mas que a artista dela se manifestava como mulher, e que ela se sentia a travesti da família brasileira", afirmou. Fátima então esclareceu a diferença entre pessoas trans e drag queens, e afirmou que sempre está aberta a aprender mais sobre o assunto. "Como o comentário gerou uma queixa na comunidade, fui entender o que precisava ter sido dito. Hoje, não se estabelece uma diferença visível entre uma travesti e uma mulher trans, ambas se identificam com uma identidade feminina em todos os momentos da vida. É diferente daquela pessoa que se monta para apresentar sua arte, as drag queens. Fiquei feliz de ter tido essa oportunidade para aprender mais, falamos muito aqui sobre mudanças na legislação, e é importante naturalizarmos esse tema". Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

  • Gil do Vigor se emociona em encontro surpresa com Pabllo Vittar

    Para celebrar o mês e o dia oficial do Orgulho LGBTQIA+, Fátima Bernades convidou Gil do Vigor para o 'Encontro', e fez o brother se emocionar ao chamar Pabllo Vittar para o palco. Durante o 'BBB21', Gil já havia afirmado que Pabllo é uma de suas maiores inspirações, e que teve coragem de se assumir ao ouvir as músicas da cantora. Leia também: Luana Piovani manda recado a Pedro Scooby sobre presente para Dom Madonna faz show com seios à mostra em Nova York Atriz Nanda Costa anuncia que está grávida de gêmeas "Desde o dia que vimos o Gil no BBB21, a gente se apaixonou. A minha mãe é muito fã dele. Já que estamos aqui falando de representatividade, o Gil ali na Globo, horário nobre, significou muito para todos nós", elogiou Pabllo. Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

  • Fátima Bernardes elogia barba de William Bonner: "Ficou bem bacana"

    Apresentadora comentou novo visual do ex-marido a pedido de seus seguidores nas redes sociais.

  • Fátima Bernardes mostra filho vacinado contra a Covid-19 na França: "Que alegria"

    Vinícius Bonemer e a namorada, Thalita Martins, estão estudando no país.

  • Após morte de Paulo Gustavo, Fátima Bernardes se revolta: "Não adianta chorar e fazer festa, aglomerar"

    Durante o 'Encontro' desta quarta-feira (05), Fátima Bernardes se emocionou ao falar da morte de Paulo Gustavo, que faleceu aos 42 anos após dois meses internado com um caso grave da Covid-19. A apresentadora se revoltou ao falar da falta de um plano de governo firme para lidar com a pandemia, e criticou a hipocrisia de parte da população que continua aglomerando e frequentando festas durante o pior momento da doença no Brasil. A Covid-19 já matou mais de 412 mil pessoas, com média móvel de mais de 3 mil mortes diárias. Leia também Paulo Gustavo morre por complicações da covid-19 aos 42 anos Relembre Dona Hermínia, de 'Minha mãe é uma peça', e outros personagens de Paulo Gustavo Tatá Werneck critica rumores sobre morte de Paulo Gustavo "Quando a perda é próxima, reacende a dor de todas as outras mortes. Hoje é um dia de luto por ele, mas por todos os outros que se foram por essa doença terrível, e pela forma como a doença vem sendo administrada no Brasil. Dói muito saber que essas mortes poderiam ser evitadas. Cadê a vacina, o uso de máscara, o respeito ao distanciamento, cadê uma campanha forte e firme de alerta para a população? Paulo tinha só 42 anos e uma família linda, e se foi, mesmo sem comorbidades", lamentou Fátima, tentando segurar as lágrimas. "Não adianta hoje você chorar pelo Paulo Gustavo e ir pra rua semm máscara, aglomerar desnecessariamente. Não estamos falando de gente que sai para trabalhar, e sim para pessoas que estão indo para festas clandestinas. Isso é crime. Você está colaborando para esse número subir, o que falta acontecer?", criticou a apresentadora. Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos