Em entrevista ao “Domingo Espetacular”, goleiro Bruno diz querer voltar ao Flamengo e jogar pela Seleção

Rogerio Jovaneli

Em entrevista exclusiva a Marcelo Rezende em Contagem, Minas Gerais, onde está preso por participar do assassinato de Elisa Samudio, em junho de 2010, o goleiro Bruno disse que quando sair da cadeia pretende voltar a jogar pelo Flamengo e em vestir a camisa da Seleção.

Leia mais:
N
eto provoca são-paulinos em seu programa na Band: “vou torcer pra cair”. E o blog pergunta: isso é sério?
Programa de Danilo Gentili faz piada com falha técnica do “Globo Esporte”

"Meu sonho não é impossível. Quando eu sair daqui, eu quero ser jogador de futebol e quem sabe voltar para o Flamengo e vestir a camisa da Seleção Brasileira", disse o goleiro, segundo revelou Rezende em participação via link ao vivo no programa "Cidade Alerta" desta sexta.

Segundo o jornalista, foram mais de duas horas de entrevista, na qual o goleiro se mostrou firme nas respostas e a conversa fluiu normalmente. "Bruno fez revelações surpreendentes, entre elas de que ele não foi o mandante do crime, mas que ele sabia que Elisa Samudio estava morta. Conta como soube da morte, manda um recado do Dia dos Pais para o filho, Bruninho, chora na entrevista, ri, e me passou claramente que ele começa a se recuperar", relatou Rezende.

Na conversa, o goleiro também responde à pergunta do jornalista da Record sobre suposta relação sexual entre ele e Macarrão. Essa e outras respostas de Bruno a Rezende poderão ser conferidas neste domingo durante o programa "Domingo Espetacular".

Siga-me no Twitter: @rjovaneli