Alvo do mulherio nas ruas e nas redes sociais, Luiz Bacci só pensa em trabalho

Luiz Bacci, que adora o Twitter, achava engraçado receber mensagens um tanto picantes de uma determinada senhora em sua página na rede social. "É tudo brincadeira", pensava. A mulher contava os sonhos eróticos que tinha com o rapaz para uma amiga e o copiava. "Um dia, resolvi comentar uma das mensagens. Coloquei um 'ha, ha, ha!' e a moça ficou furiosa. Disse que eu não poderia brincar com seus sentimentos. Desde então, passou a perseguir, uma coisa maluca", contou. Essa é apenas uma das histórias do jornalista, conhecido como o menino de ouro de Marcelo Rezende, com suas fãs. O moço vive recebendo cantadas de mulheres de idades variadas e, segundo o próprio, de homens também.
"Acho tudo meio maluco. É inacreditável, mas as pessoas realmente acham que preciso de ajuda para arranjar uma namorada. Fui ao show do Eduardo Costa no sábado passado, em minha cidade, e tive de sair escoltado porque as mulheres queriam me agarrar. É uma situação complicada", diz jornalista num misto de espanto com humor.

Segundo Bacci, o assédio ocorria desde quando apresentava o "Balanço Geral" no Rio. A mulherada partia para cima. "Mas realmente aumentou muito mais o assédio depois que o Marcelo decidiu lançar uma campanha para me arranjar uma namorada. Foi tudo muito espontâneo. Muita gente achou que eu era solitário e precisava de ajuda. Vivo recebendo mensagens eróticas pelo Facebook. Muito engraçado!", comenta. Bacci está solteiro. Teve um relacionamento de cinco anos, mas atualmente prefere se dedicar apenas ao trabalho.

O jornalista virou uma das grandes apostas na Record, onde está há quatro anos. Na semana passada, ele assumiu o "Balanço Geral", que era comandado por Geraldo Luís. A audiência se manteve (6 pontos) e o rapaz de 29 anos vem recebendo muitos elogios de dentro e de fora dos bastidores. O programa fica no ar de segunda a sexta-feira, porém, no sábado, o Bacci volta no "Cidade Alerta".

"Estou muito focado e feliz, principalmente porque estamos mexendo com a audiência da emissora concorrente. Sempre acreditei na mistura do jornalismo com entretenimento. No passado, diziam que eu era louco, mas aqui estou eu no 'Balanço' que faz justamente essa mistura e vai muito bem. Voltei a fazer reportagens longas, algo que adoro. Só falta agora ter uma plateia. Estou pleiteando isso. Adoro programa de auditório", comenta.

Carinha de bebê

Bacci começou sua carreira no rádio ainda criança. Sempre sonhou em ser jornalista e estar ao lado do público. Passou pela extinta Rede Manchete, pela Globo de Mogi, pelo SBT e agora está na Record. Um fato curioso: por pouco ele não substituiu Fabrício Battaglini, que hoje é repórter do "Mais Você", no mapa do tempo do jornalismo da Globo.

"O Carlos Henrique Schroder, atual diretor-geral da Globo, foi quem me convidou, mas não passei no teste. A diretora me disse que eu tinha cara de bebê e que, mesmo com 40 anos, teria as mesmas feições. Aquilo acabou comigo, mas aqui estou". Sim, e com cara de bebê, né? As voltas que o mundo dá. "Aquele teste me ajudou a me preparar melhor e a persistir no meu sonho. Acabei indo para o SBT na época, onde fiquei por cinco anos".

Bacci diz ser uma mistura de Marcelo Rezende com Gugu Liberato, porém sabe que não deve ir com muita sede ao pote. "Sempre sonhei em ser uma apresentador de TV conhecido nacionalmente. Acredito estar no caminho".

Veja também:
Equipe do Balanço Geral se queixa de audiência do "Hoje em Dia"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos