Tá bombando! Desvendamos os segredos por trás da audiência de 'Bom Sucesso'

Foto: Reprodução/Globo

A audiência da novela ‘Bom Sucesso’ está surpreendendo desde a estreia da trama, no mês passado. Até aqui, a novela já atingiu 35 pontos e foi com ela que a Globo registrou seu melhor ibope na faixa das sete, dentro de um mês, desde 2006.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Nas redes sociais, a novela protagonizada por Grazi Massafera também é elogiada e mencionada em centenas de publicações. Mas o que explica esse sucesso todo? Abaixo, listamos alguns “segredos” explorados pela dupla de autores Rosane Svartman Paulo Halm, que estão fazendo um excelente trabalho!

Leia também:

1. Sentido da vida e da morte

Foto: Reprodução/Globo

Logo nas chamadas de ‘Bom Sucesso’, a troca de exames de Alberto (Antônio Fagundes) e Paloma (Grazi Massafera) chamou a atenção do público. Os autores foram muito felizes em abordar o sentido da vida e da morte em uma novela.

As dúvidas e aflições geradas em um paciente com apenas seis meses de vida despertam emoção, empatia e promovem reflexão acerca de como estamos vivendo. Embora poucos gostem de falar sobre a “morte”, a única certeza que temos é que um dia todos vamos morrer.

‘Bom Sucesso’ explora essa ideia de uma forma muito leve. Não tem como não sofrer e torcer pelos personagens envolvidos. E quem não parou para pensar em aproveitar melhor a vida que atire a primeira pedra! O enredo, por si só, já diz muito sobre a audiência da trama das sete.

2. Amor aos livros

Foto: Reprodução/Globo

Em um período em que os livros são tão desvalorizados e dezenas de livrarias já fecharam ou estão próximas disso, contar uma história com referências é um presente! O público tem sede de boas histórias e está pronto para ouvir um texto rebuscado, inteligente, que traz críticas, mas também “alisa e cura feridas”.

Nas redes sociais, muitos internautas contam que já ficaram com vontade de ler determinados livros só porque foram citados pelo personagem de Antônio Fagundes. Quer um argumento mais forte que esse? Nota 10 é pouco!

3. Antônio Fagundes e Grazi Massafera

Foto: Reprodução/Globo

O elenco de ‘Bom Sucesso’ é outro tópico importante. Antônio Fagundes e Grazi Massafera estão dando um show à frente da novela. Com sua generosidade, Fagundes troca experiências com Grazi, que traz leveza paras as cenas representando uma mocinha inocente, mas muito forte e determinada.

Além deles, outros tantos nomes estão brilhando e são responsáveis por essa “salada bem temperada”, como diz Antônio. Fabíula Nascimento e Rômulo Estrela até impressionam. O elenco jovem também não deixam a desejar. Os filhos de Paloma, interpretados por Bruna Inocencio, João Bravo e Giovanna Coimbra, mostram que vieram para ficar.

4. Um vilão insuportável

Foto: Reprodução/Globo

Novela boa tem que ter um vilão insuportável, não é mesmo? Diogo, personagem de Armando Babaioff, está honrando sua missão em ‘Bom Sucesso’. O marido de Mariana (Fabíula Nascimento) está focado em dar um golpe na família de Alberto e tem deixado o público todo com muito ódio.

Além de ser irônico e sarcástico, Diogo não consegue ser bom em nenhuma área. Até com a amante, Gisele (Sheron Menezzes), o advogado é intragável. Para falar a verdade, Diogo, nós até o odiamos, mas você é um dos responsáveis pelo alto nível de ‘Bom Sucesso’.

5. Responsabilidade Social

Foto: Reprodução/Globo

O que é muito bacana na novela de Rosane Svartman Paulo Halm é que a história, embora seja concentrada em poucos núcleos, não gira em torno apenas da doença de Alberto e a vida de Paloma. A trama também fala do dia a dia na periferia, as dificuldades enfrentadas por alunos de uma escola pública e a desigualdade social.

O drama de Waguinho (Lucas Leto), um jovem que se tornou usuário de drogas, mostra que precisamos ter um olhar especial para a educação do país. Por outro lado, a novela também mostra a força de tantos adolescentes que buscam, mesmo com poucos recursos, uma maneira de evoluir e melhorar a “quebrada”.

As cenas de Luan (Igor Fernandez) no Slam, as famosas batalhas de poesia, só embelezam ainda mais a discussão. Desse jeito, a novela quebra preconceitos e provoca identificação com pessoas de todas as classes e idades.

6. Representatividade

Foto: Reprodução/Globo

Embora tenha tudo a ver com o que foi dito acima, ‘Bom Sucesso’ também merece elogios por abordar as diferenças não como um problema, mas uma riqueza! A personagem Michele, interpretada pela trans Gabrielle Joie, é um destaque.

O público também vibrou com um beijo gay exibido da maneira mais natural possível. Na cena, Pablo (Rafael Infante) e William (Diego Montez) estavam conversando com Gisele durante o café da manhã e se despediram com um selinho. Um verdadeiro retrato da realidade!

Vale citar, também, que o elenco conta com muitos atores negros, o que infelizmente ainda não é uma realidade em muitas tramas. Em ‘Segundo Sol’, exibida na faixa das nove em 2018, por exemplo, a Globo recebeu muitas críticas por não escalar atores negros para os papéis.

7. Humor inteligente

Foto: Reprodução/Globo

As novelas exibidas na faixa das sete costumam ser mais engraçadas. ‘Bom Sucesso’, por sua vez, aposta em um humor diferenciado. Silvana Nolasco, personagem de Ingrid Guimarães, cuida muito bem disso. Na pele de uma atriz com o ego lá em cima, a artista protagoniza cenas sensacionais sem precisar forçar a barra.

Recentemente, em uma cena na escola de samba, a personagem foi coroada rainha de bateria mesmo sem saber sambar. Ela dançou de maneira ridícula no palco da agremiação. Não tem como não rir da sequência e até lembrar de algumas celebridades da vida real... Pois é, quem sabe faz assim!