Tênis de Kanye West vai a leilão e pode chegar a R$ 5,6 milhões, diz Sotheby's

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Rapper norte-americano Kanye West durante festival SWU, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO: Rapper norte-americano Kanye West durante festival SWU, em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Sotheby's vai leiloar um par de tênis Nike Air Yeezy 1 do rapper Kanye West, 43, e prevê que alcance um US$ 1 milhão (R$ 5,65 milhões), um preço muito acima do recorde neste tipo de venda.

Este leilão será uma venda privada organizada pela casa de leilões, então nem o comprador, nem o preço final serão revelados publicamente, a menos que eles decidam se revelar. Esses tênis são o primeiro par da Yeezy apresentado publicamente, nos pés de West, durante os prêmios Grammy 2008.

Antes de colaborar com o rapper, produtor e estilista, a Nike trabalhava apenas com atletas de elite em algum de seus modelos. Os Air Yeezy 1 finalmente foram lançados, em série limitada, em 2009. Três anos depois chegaram os Air Yeezy 2.

No ano seguinte, o rapper rompeu sua associação com a Nike ao considerar que recebia uma parte insuficiente da renda da marca. West assinou colaboração com a Adidas em 2014 para criar a linha Yeezy, um grande sucesso popular, até o ponto de gerar quase US$ 1,7 bilhão em lucro em 2020, segundo uma nota interna do banco UBS, citada pela Bloomberg.

Apesar de West não ser o designer dos Air Yeezy 1, teve muita influência no aspecto final do tênis. O par à venda pela Sotheby's é propriedade de Ryan Chang, um colecionador de alguns dos tênis mais raros do mercado, e estará em exibição em Hong Kong de 16 a 21 de abril.