Suspeitos de sequestrar cachorros de Lady Gaga são indiciados

Mariana Stocco
·1 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Os cachorros da cantora foram sequestrados no dia 24 de fevereiro.

  • O funcionário da artista que passeava com os cachorros levou um tiro no peito.

  • Três pessoas foram indiciadas por tentativa de homicídio e roubo.

Os supostos membros da gangue acusados de sequestrar os buldogues da cantora Lady Gaga foram denunciados em Los Angeles na última quinta-feira (29). Segundo o Page Six, James Jackson, de 18 anos de idade, Jaylin White, de 19 anos, e Lafayette Whaley, de 27, foram indiciados por tentativa de homicídio e roubo pelo incidente que aconteceu em 24 de fevereiro.

Leia também:

Segundo as autoridades de Los Angeles, Jennifer McBride, de 50 anos de idade, e Harold White foram acusados ​​de cúmplices do crime.

Jennifer McBride alegou, de acordo com o Page Six, que encontrou os cães para receber uma recompensa de US $ 500.000 de Lady Gaga, o equivalente a R$ 2,6 milhões na cotação atual. Pela participação no crime, o juiz determinou que a sua fiança fosse fixada em US $ 10 mil, o equivalente a R$ 53,3 mil na cotação atual, considerando a utilização de uma tornozeleira eletrônica para que fique em casa; Já a de Harold White foi estabelecida em US $ 35 mil (R$ 186 mil).

Já sobre os participantes diretos no crime, segundo a Variety, as fianças chegaram a ser milionárias. A de James Jackson, que teria sido o responsável por alvejar Ryan Fischer, o passeador de cães que estava com os pets da cantora, foi estabelecida em US $ 3 milhões, o equivalente a R$ 16 milhões na cotação atual; Já Jaylin White recebeu a ordem de fiança de US $ 1 milhão ($ 5,3 milhões), enquanto Lafayette Whaley terá que desembolsar US $ 1,1 milhão (R$ 5,8 milhões).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News