Sucesso de audiência, "Masked Singer" rende mais de R$100 milhões; entenda

·3 min de leitura
Ivete Sangalo e Marcelinho Carioca no
Ivete Sangalo e Marcelinho Carioca no "Masked Singer" (Reprodução Globoplay)

Com o sucesso da primeira temporada de "Masked Singer Brasil" no Brasil, a Globo venderá mais seis cotas de patrocínio para o programa, totalizando em um lucro de mais de R$100 milhões.

De acordo com o Notícias da TV, a mais cara cota de patrocínio do programa é a "anfitrião", que custa cerca de R$25 milhões e deixa o patrocinador com anúncios na TV aberta, por assinatura e digital, além de aparições na entrevista com o eliminado durante o "Encontro" com Fátima Bernardes. O programa foi um sucesso de audiência com média de 21 pontos no Ibope na Grande São Paulo e 30 pontos de pico na final da atração.

O formato de tentar adivinhar os participantes agradou o público e trouxe engajamento para a emissora, já que as redes sociais bombaram durante os primeiros episódios com tentativas dos fãs de adivinhar quem eram os cantores mascarados. Mesmo quando o mistério se foi e o público já imaginava quem eram os participantes, as apresentações continuaram garantindo bons números de audiência.

Primeira temporada

Priscilla Alcântara foi revelada como Unicórnio, venceu o "The Masked Singer Brasil" na noite desta terça-feira (19), e chocou um total de zero pessoas. Desde a primeira apresentação da artista, que levou para o palco uma versão emocionante de "Shallow", o público a identificou pela voz e cogitou sua vitória. Não teve um episódio do reality que Priscilla passou sem ser citada pelos jurados ou internautas.

Nas redes sociais, quem acompanhou a final do "The Masked" acabou "fingindo surpresa" com o resultado óbvio e as identidades reveladas. Apesar de os outros finalistas serem muito elogiados por suas apresentações, o Unicórnio sempre se destacou na competição. Priscilla nunca foi uma dúvida no elenco.

Além da vitória da artista, que era mais que esperada, muitos já sabiam quem eram outros participantes, o que também diminuiu a emoção da final. O Yahoo, por exemplo, adiantou bem antes que Nicolas Prattes era o monstro, Jéssica Ellen a gata espelhada e Cris Viana a arara.

Mesmo com boa audiência e segunda temporada confirmada, é importante dizer que a Globo pecou em pontos que poderiam ter deixado a final do reality show muito mais atrativa.

Segunda temporada

A segunda temporada do The Masked Singer será maior e mais longa, com mais artistas mascarados que na primeira edição. E as primeiras fantasias já foram reveladas pela Globo.

Na última quarta-feira (5), foram apresentadas quatro disfarces femininos: a Abacaxi, a Ursa, a Coxinha e a Borboleta. E neste domingo (9) outras duas se tornaram conhecidas: a Motoqueira e a Rosa. Mas as identidades por trás delas ainda são mantidas sob sigilo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos