Steven Spielberg entra na Justiça contra mulher que comprou arma para matá-lo

Rafael Monteiro
·1 minuto de leitura
Steven Spielberg introduces the in memoriam tribute at the Oscars on Sunday, Feb. 9, 2020, at the Dolby Theatre in Los Angeles. (AP Photo/Chris Pizzello)
Steven Spielberg (AP Photo/Chris Pizzello)

Steven Spielberg, diretor de clássicos do cinema como "Jurassic Park" (1993) e "E.T: O Extraterrestre" (1982), conseguiu na Justiça uma ordem de restrição contra uma mulher que o vinha perseguindo e o ameaçando de morte. As informações do processo foram obtidas pelo portal TMZ.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Agora, Sarah Char, de 48 anos, deve ficar, no mínimo, a 91,44 metros de Steven e de todos os integrantes da família do cineasta pelos próximos três anos. Além disso, a suspeita está proibida de assediar, ameaçar ou entrar em contato com o diretor ou até mesmo se passar por ele nas redes sociais.

Leia também:

Char já foi presa por ameaçar e perseguir outras pessoas. Spielberg decidiu ir à Justiça quando foi alertado pela polícia que teria comprado uma arma para matá-lo. "Se eu tiver que ASSASSINAR pessoalmente as pessoas por roubarem meus IPs, VOU FAZER. Me entendeu?", escreveu ela no Twitter para o diretor, recentemente.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube