Starzplay lança série sobre drogas na Colômbia que desvia dos clichês de 'Narcos'

·3 min de leitura

CIDADE DO MÉXICO, MÉXICO (FOLHAPRESS) - Quando aparece em grandes produções de cinema e televisão, a Colômbia com frequência é retratada como um lugar onde o tráfico de drogas impera, num grande clichê associado ao país. Foi assim, por exemplo, em "Narcos" e no filme "Escobar: A Traição", ambos sobre o traficante Pablo Escobar.

"MalaYerba", nova série do Starzplay, não foge desse debate, mas tampouco quer reduzir o país a esse lugar-comum. A produção pretende justamente apresentar uma outra Colômbia ao público, ao mesmo tempo em que se propõe a discutir de forma mais madura o cultivo e o uso de drogas.

"Finalmente! Finalmente podemos abordar esse assunto, enquanto colombianos, de uma perspectiva diferente. Já era tempo de fazermos isso, de contarmos uma outra história. Essa é a melhor parte da série para mim", diz Carolina Gaitán, uma das atrizes de "MalaYerba".

A trama acompanha um trio de amigos jovens e ambiciosos que decide apostar num mercado recém-legalizado na Colômbia, o de cultivo de cannabis para uso medicinal e para exportação --na vida real, especialistas já dizem que o país deve se tornar o maior produtor da erva, desbancando o Canadá.

A empresa que fundam, KannaLab, floresce graças à combinação perfeita que o trio representa --Mariana é herdeira de terras próprias para o cultivo, Ignacio tem contatos importantes e Félix é um expert na planta. Mas quando Lola, a jornalista vivida por Carolina Gaitán, aparece, ela ameaça vazar as origens sombrias da parceria.

Gaitán interpreta um tipo que lembra muito Lisbeth Salander, a hacker criada pelo escritor sueco Stieg Larsson e estrela da série "Millennium". Ambas são destemidas, pouco afeitas a atividades sociais e curiosas por natureza, dispostas a qualquer coisa para ir a fundo em suas investigações.

"Eu amo essa personagem e, apesar de ela não ter sido uma inspiração específica, eu acho que ela me guiou de certa forma, porque eu já gostava dela e estamos falando de duas mulheres que são fortes, meio andróginas", diz a atriz, sem esconder a empolgação quando o nome da personagem é mencionado. "E falando especificamente de uma mulher latina, nós estamos acostumados a vê-las num papel de vítima, então é bom mudar um pouco essa narrativa."

Essa mudança também acomete outros personagens. Para além dos clichês latino-americanos, há partes da série que desviam do que normalmente vemos em obras que versam sobre drogas mesmo nos Estados Unidos. É o caso do especialista em maconha Félix, vivido por Sebastián Eslava.

Para ele, parte do apelo de "MalaYerba" deriva do fato de a história olhar para essas figuras do mundo das substâncias psicotrópicas sob uma ótica diferente --eles não são traficantes ou viciados, mas empreendedores e entusiastas.

"É aí que está o frescor. Nós estamos falando de algo que é muito novo na nossa sociedade, de pessoas que estão tendo ótimas ideias, criando ótimos negócios, nessa esteira [da liberação da cannabis]", diz. "E há também a questão mística por trás das drogas. A série traz a relação de tribos indígenas com essas substâncias."

É significativo que "MalaYerba" seja a primeira série latino-americana lançada pela pela plataforma Starzplay e pelo canal à qual ela está vinculada, o Starz. A trama, afinal, encabeça um pacote de produções em língua espanhola que pretende aumentar o alcance do serviço ao apresentar ao público uma América Latina distante dos estereótipos aos quais Hollywood a subjugou.

Para isso, o Starz firmou parcerias com produtoras de diversos países, em busca de histórias e personagens que despertem o interesse do público justamente por estarem longe do eixo Estados Unidos-Europa ou de sua visão para os latinos --"é a vez de vocês lerem legendas, pessoal", diz Gaitán, em tom de brincadeira.

Além da Colômbia com "MalaYerba", o serviço prepara também produções no Chile e no México, além de uma outra espanhola. Todas fazem parte de um pacote hispânico que visa a expansão da marca, que ainda tem presença tímida em lugares como o Brasil.

O repórter viajou a convite da plataforma Starzplay.

MALAYERBA

Onde: Disponível no Starzplay

Elenco: Carolina Gaitán, Sebastian Eslava e Juan Pablo Urrego

Produção: Colômbia, 202

Criação: Andres Beltran, Natalia Echeverri e Esteban Orozco

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos