Spike Lee de volta às premiações de Hollywood com indicações aos SAG Awards

Jill Serjeant
·1 minuto de leitura
.

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - O drama "Destacamento Blood", do diretor Spike Lee, foi indicado para a principal premiação do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG) nesta quinta-feira e levou o cineasta de volta para as disputas de Hollywood, enquanto o filme "Mank", considerado um dos favoritos da temporada para levar prêmios, recebeu apenas uma indicação.

"Destacamento Blood", filme temático da Guerra do Vietnã da Netflix, conseguiu três indicações, empatando com o drama de língua coreana "Minari" e com outros dois filmes da Netflix: o longa de época da era do Jazz "A Voz Suprema do Blues" e o filme de protesto nos anos 1960 "Os 7 de Chicago".

Ao lado de "Uma Noite em Miami", da Amazon Studios, sobre o encontro de três ícones afro-americanos em 1964, os filmes estão na disputa para melhor conjunto de elenco - a principal premiação do SAG.

O aclamado drama "Mank", que retrata o show-business nos anos 1930, no entanto, não chegou perto da categoria de melhor conjunto de elenco, embora Gary Oldman tenha sido indicado ao prêmio de melhor ator por sua interpretação de Herman J. Mankiewicz, o roteirista do clássico do cinema "Cidadão Kane".

As indicações reveladas nesta quinta-feira seguem as do Globo de Ouro na quarta-feira, nas quais "Mank" liderou sendo indicado em 6 categorias, mas "Destacamento Blood" foi deixado de lado.

"Eu agradeço ao sindicato pelo apoio ao estimado elenco de DESTACAMENTO BLOOD. E também um grito de amor para todos os atores que fizeram a coisa certa", disse Spike Lee em nota.

(Reportagem de Jill Serjeant)