SP-Arte é adiada novamente pela pandemia e deixará o Pavilhão da Bienal

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A organização da SP-Arte anunciou uma nova mudança de data e um novo local para a sua 17ª edição.

O evento, um dos maiores encontros de colecionadores e galeristas da América do Sul, acontece de 18 a 22 de agosto na Arca, galpão na Vila Leopoldina, em São Paulo.

Inicialmente a SP-Arte estava marcada para acontecer de 12 a 16 de maio de 2021, no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera. Em fevereiro, a data foi alterada para o período de 16 e 20 de junho.

O evento contará com atividades virtuais, na plataforma SP-Arte Viewing Room, a mesma em que aconteceu a edição do ano passado, no mesmo período da feira física.

Antes, porém, entre os dias 9 e 13 de junho, a SP-Arte promove uma versão do Viewing Room em seu site. Cada galeria vai poder expor até 20 obras —entre vídeos, áudios e fotos em escala— e acontece o Gallery Week, evento com visitas às galerias.

A organização da SP-Arte afirmou que, em 2022, "com a esperança da pandemia estar no passado", a feira retorna ao Pavilhão da Bienal, no parque Ibirapuera, com seu tradicional evento de primeiro semestre, entre os dias 13 e 17 de abril.