Sósia do Ronaldinho Gaúcho fala sobre carreira, prisão do Bruxo e brinca: "Já nasci com esse Dom de parecer com ele"

João Alvim
·4 minuto de leitura
Robson Batista e Ronaldinho Gaúcho (Arquivo Pessoal)
Robson Batista e Ronaldinho Gaúcho (Arquivo Pessoal)

Como a imagem de um jogador pode mudar a vida de outra pessoa? Ultimamente, a onda de sósias no Brasil vem ganhando mais destaque. Para José Robson Batista de Oliveira, de 30 anos, a semelhança com o Ronaldinho Gaúcho é mais que um trabalho, é um “Dom”. O alagoano já enganou até Lionel Messi, que pensou que era o próprio Ronaldinho, quando Robson apareceu em um treino da Seleção Argentina, em Belo Horizonte, para conhecê-lo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Robson contou ao Yahoo Esportes como surgiu a ideia de seguir a carreira de sósia do Ronaldinho e como sua família reagiu.

- Dois amigos meus, na época em que eu era adolescente, falavam que eu parecia muito com o Ronaldinho, que eu tinha o mesmo jeito dele, eu tinha 17 ou 18 anos. Minha mãe não gostou muito, achava que eu não parecia com ele, mas minha família já estava acostumada, já sabiam que eu tinha uma semelhança grande com ele. Aceitaram bem quando decidi sair de Maceió.

Leia também:

A procura por ele começou a crescer. Programas de várias emissoras o procuravam para saber de sua história e, principalmente, para participar de eventos representando o Ronaldinho. Porém, nem sempre as coisas foram simples. Robson teve que abrir mão de algumas coisas para seguir o sonho. A vida dele, desde que tudo isso começou, mudou bastante.

- Tudo mudou maravilhosamente quando me tornei o Sósia Oficial do Ronaldinho Gaúcho. Tive que deixar muita coisa para trás, minha família, meus amigos, minhas raízes, a cidade onde nasci. Graças a Deus realizei meu sonho, mas ainda tenho muitos objetivos pela frente.

Robson também falou sobre um episódio difícil da vida do ex-meia. Em março deste ano, Ronaldinho Gaúcho foi preso no Paraguai, acusado, junto de Assis, seu irmão, de portar documentos falsos. Robson fez questão de enaltecer a figura Ronaldinho.

- Não me preocupei, não. Já ando com as minhas próprias pernas. A imagem do Ronaldinho é muito forte, em todos os lugares do mundo. Isso não vai atrapalhar em nada na vida dele. Quem é fã do Ronaldinho sabe que ele não fez nada de errado. O sósia mostra como ele é um cara bom e humilde.

Hoje, vários jogadores possuem um Sósia Oficial. Até mesmo fora do futebol, ser sósia tem sido um ramo promissor, onde as empresas ou o próprio jogador, podem usar o sósia como ''dublê'' para driblar o assédio da imprensa ou de fãs. Robson deu dicas para quem tem o mesmo sonho que um dia foi dele.

- Primeiramente, tornar-se um sósia de alguma celebridade, jogador, precisa de muita força de vontade e coragem. Não é fácil. Deus é o caminho para tudo. Tem que acreditar que vai dar certo. Precisamos sonhar alto em tudo na vida.

A relação entre os sósias com jogadores ou celebridades é sempre algo que desperta a curiosidade das pessoas. Robson e Ronaldinho, que parecem ser a mesma pessoa, têm uma relação de amizade e de incentivo do jogador que fez história atuando pelo Barcelona e que, recentemente, campeão da Libertadores pelo Atlético-MG, clube por qual o sósia também tem um carinho especial.

- É maravilhosa a nossa relação. Fazemos muita resenhas junto. Ele até brinca, dizendo que estou ganhando muito dinheiro. É uma pessoa maravilhosa, que me apoiou muito. Ele sabe meu respeito por ele, já nasci com esse dom de parecer com ele.

A volta do futebol, depois de quase quatro meses sem bola rolando, tem sido gradativa em todos os países. Aqui no Brasil, alguns estaduais já retornaram, outros, como Paulistão, só voltam a partir do dia 22 deste mês. Robson mostra cautela e preocupação com as regras de prevenção, mas se diz feliz pela volta das partidas.

- Neste momento de pandemia, devemos nos preocupar com os cuidados, usar máscaras e álcool em gel, para que isso passe logo, que a gente volte a ter torcedores no estádio, futebol sem torcida não é futebol. Futebol é alegria.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube