Sophie Charlotte diz que Gal Costa é potência feminina e ajudou a inventar Brasil

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 28.11.2016 - A atriz Sophie Charlotte durante a pré-estreia do filme
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 28.11.2016 - A atriz Sophie Charlotte durante a pré-estreia do filme

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Sophie Charlotte, que viverá Gal Costa no cinema, se emocionou no Encontro (Globo) ao falar da artista, morta aos 77 anos. "Fazer esse filme foi a maior alegria da minha vida. A Gal é um pilar, ajudou a inventar o Brasil que eu acredito e amo", disse.

Segundo ela, é uma tristeza que Gal não possa assistir à obra feita em homenagem a ela no ano que vem, mas que a bênção da cantora foi dada em vida.

"Ter a honra de viver esse sonho nesse filme com bênção de Gal foi ganhar de presente uma estrela para guardar no peito. Estarei eternamente ligada a ela. Todas nós mulheres devemos reverenciar a potência feminina que ela é."

Além de Sophie, mais famosos lamentaram a perda de Gal. Dentre eles Gilberto Gil, Maria Bethânia, Caetano Veloso e muitos outros.