Como é ser solteiro e ter filhos?

·4 minuto de leitura
Three teenagers posed as boys on a popular dating app and invited overtures from adult men seeking sex. (Getty Images)
Three teenagers posed as boys on a popular dating app and invited overtures from adult men seeking sex. (Getty Images)
Three teenagers posed as boys on a popular dating app and invited overtures from adult men seeking sex. (Getty Images)

Resumo da Notícia:

  • 44% dos usuários ativos do happn têm filhos

  • Desses, mais da metade fala sobre serem mães ou pais logo nas primeiras conversas

  • Quase 30% deixam a informação clara já na descrição do perfil

Ser solteiro significa ser livre leve e solto, certo? Não exatamente! Neste Dia dos Solteiros, trazemos uma informação nova e que, como diz o meme, quebra muitos tabus: hoje em dia, boa parte dos solteiros já tem alguém ocupando o primeiro lugar dos seus corações - os filhos!

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pelo aplicativo de paquera happn, 44% dos usuários brasileiros têm filhos - e não têm medo de falar sobre isso. Assim como qualquer pessoa atrás de um novo amor, 90% dos pais e mães que estão solteiros usam o aplicativo para encontrar um crush e não escondem a sua condição: ao contrário, 64% falam sobre os pequenos logo nas primeiras conversas, quando não contam de cara na descrição do perfil (27%).

Leia também:

Do outro lado, a paternidade ou maternidade já não é vista como uma questão tão grande assim - o que poderia acontecer com frequência no passado. De acordo com a pesquisa do aplicativo, 86% das pessoas não veem uma questão quando o match conta que é pai ou mãe, e a penas 12% colocam isso como um ponto decisivo para começar um relacionamento.

Isso, claro, não significa que ser solteiro e ter um filho seja simples. É comum, de acordo com a pesquisa, os crushes não toparem continuar a conversa (34%) depois de saberem da informação, e outros 21% até topam um primeiro date, mas fogem logo em seguida. Outros 13% preferem ainda medidas mais extremas: já cortam o papo na hora ao saberem que estão falando com alguém com filhos.

O desafio de ser solteiro e ter filhos

Realmente, quem é solteiro e tem filhos enfrenta uma série de tabus e estigmas quando o assunto é namorar (ou, até, manter encontros casuais). Mas isso não significa que você deva, em hipótese alguma, esconder essa condição.

A principal dica para os solteiros com filhos é a honestidade. O seu perfil nos aplicativos de namoro - ou a sua conversa cara a cara, em tempos não pandêmicos - deve ser um retrato da sua vida, quanto mais preciso representar o que você vive, melhor.

É importante considerar que se a pessoa, de cara, não aceita alguém com filhos, não vale a pena investir a sua energia nessa relação, por mais que ela pareça atrativa ou que a pessoa pareça interessante. Inclusive, colocar no seu perfil que você tem filhos é uma forma, até mesmo, de atrair as pessoas certas: aquelas que, de fato, não veem um problema nisso e estão dispostas a compreender que você não é uma pessoa só, mas duas (ou três, dependendo de quantos filhos você tem).

Como anunciar isso nos aplicativos depende de você. Alguns possuem descrições específicas para isso, que você preenche ao montar o seu perfil, mas você pode descrever da melhor maneira que encontrar, mesmo que com um simples "Mãe / Pai de dois".

Usando a ideia do recorte acima, você pode usar a sua descrição como uma forma de ser ainda mais claro sobre como é o seu cotidiano, por exemplo: "Aos finais de semana, você pode me encontrar brincando com meu filho no quintal de casa e tirando o atraso nas leituras da semana com uma taça de vinho".

Mas, fique atento: se você decidir colocar fotos dos seus filhos no perfil, evite expor o rosto dessas crianças. Outra dica é também evitar falar sobre a parentalidade de forma negativa ou como um impeditivo para conhecer pessoas, como "Não dê like se não gosta de crianças".

Mais do que isso, saiba: como indica a pesquisa, ainda existe um estigma na sociedade sobre pessoas que são solteiras, mas têm filhos. Isso acontece especialmente quando se fala de mães solo - séculos atrás, as mulheres que engravidavam, mas não eram casadas, eram vistas como "impuras" e até "indignas'. Por isso, saiba que, muitas vezes, você vai encontrar essa barreira com possíveis pretendentes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos