Solidão no estúdio: Elizabeth Olsen gravou sozinha cenas de "Doutor Estranho"

HOLLYWOOD, CALIFORNIA - MAY 02: Elizabeth Olsen attends Marvel Studios
Elizabeth Olsen (mulher loira e branca; veste blazer preto) posa para os fotógrafos em evento realizado em 2 de maio de 2022 (Foto: Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic)

Resumo da notícia:

  • Elizabeth Olsen gravou sozinha diversas cenas de "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura"

  • Além do extensivo uso de CGI por parte da Marvel, longa ainda contou com diversas refilmagens individuais

  • "Nunca encontrei muitas pessoas [no set] do filme", revelou

Elizabeth Olsen precisou lidar com a solidão em muitos momentos de gravação de "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura". Por causa do extensivo uso de CGI ("computer-generated imagery", ou seja, "imagens geradas por computador", em tradução livre), a atriz gravou a maioria das cenas da Princesa Escarlate, sua personagem, sozinha.

"Nunca encontrei muitas pessoas [no set] do filme", revelou a atriz em entrevista ao site Collider. "Estávamos atuando com nós mesmos também. Há muita atuação com imaginação que podemos fazer, o que é um desafio e uma alegria. Há uma parte que fazemos que parece realmente imaginativa e infantil."

Trata-se de um padrão no Universo Cinematográfico Marvel. Apostando em cenários artificiais e padronizados, a empresa usa e abusa dos recursos tecnológicos, fazendo com que os seus astros passem boa parte interagindo apenas com o fundo verde do chroma key.

No caso de "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura", para piorar, Olsen ainda precisou voltar ao estúdio mais vezes para refilmar, sozinha, cenas da sua personagem. O longa, dirigido por Sam Raimi, passou por diversas alterações a mando dos executivos da Marvel.

"Não fiquei surpresa quando eles estavam fazendo as refilmagens. Eu sabia que elas não afetavam tanto meu arco. Quando me afetava, eu apenas fazia um trabalho de narração para isso", minimizou a estrela.

Incômodo com as críticas ao MCU

NEW YORK, NEW YORK - MAY 05: Elizabeth Olsen and Benedict Cumberbatch attend Marvel's
Elizabeth Olsen e Benedict Cumberbatch posam juntos para os fotógrafos em evento realizado para divulgar "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura" (Foto: Kevin Mazur/Getty Images)

Em outra entrevista recente, dessa vez ao jornal The Independent, Elizabeth Olsen ainda revelou um incômodo com as críticas feitas por cineastas como Martin Scorsese e Francis Ford Coppola, que não acreditam que os filmes da Marvel são "cinema" propriamente dito. Apesar de defender seus colegas de trabalho, ela admitiu que o seu trabalho nestes filmes é limitado.

"Não estou dizendo que estamos fazendo filmes indies de arte, mas acho que dizer esse tipo de coisa insulta a nossa equipe de bastidores, o que me deixa um pouco revoltada. Essas pessoas estão entre as melhores designers de produção, operadores de câmera do mundo", disse ela.

"Esse tipo de crítica tira o valor do trabalho dessas pessoas, que inclusive também trabalham em filmes que ganham prêmios por aí. Pelo ponto de vista de um ator, que seja, eu entendo. Não é o mesmo tipo de performance. Mas jogar a Marvel para baixo tira o mérito de centenas de pessoas muito talentosas. Isso me irrita", completou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos