Will Smith não queria pedir perdão a Chris Rock e foi incentivado por sua mulher

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após publicar um vídeo de cinco minutos em que pediu desculpas ao comediante Chris Rock por ter dado um tapa nele durante a cerimônia do Oscar 2022, uma fonte anônima informou ao portal US Weekly que o ator premiado, na verdade, não tinha vontade de pedir perdão ao colega.

Quem teria incentivado Smith a se sentar em frente às câmeras mesmo a contragosto teria sido sua esposa, Jada Pinkett Smith. "Jada também estava pressionando Will a se desculpar porque se tornou algo sombrio sobre sua série 'Red Table Talk'", diz a fonte, que ressalta ainda como Smith "nunca quis" se desculpar publicamente, mas havia uma espera constante por "qualquer menção ao momento."

Além disso, pessoas próximas de Smith, que estaria "num inferno", também esperavam alguma declaração mais substancial sobre o evento. "Sua equipe esperava que a controvérsia acabasse, mas isso não aconteceu", acrescenta a fonte. "Seria impossível para ele seguir em frente com sucesso, a menos que ele [abordasse o tapa]."

No vídeo publicado na semana passada, Smith disse que nos últimos meses, esteve pensando muito e fazendo muito trabalho pessoal. "Vocês fizeram muitas perguntas e eu queria tirar um tempo para responder", diz a introdução para o vídeo, compartilhado em seu Instagram.

Ele também pede desculpas à mãe de Chris Rock e ao resto de sua família, por não ter percebido "quantas pessoas se feriram naquele momento". Ele também pede perdão aos próprios filhos e à sua mulher, Jada Pinkett Smith, que foi o motivo para a agressão acontecer.

Isso porque o tapa ocorreu depois que Rock fez uma piada sobre a alopecia, uma condição que provoca queda de cabelo, de Jada. Ela se mostrou incomodada e, mesmo que Smith tivesse inicialmente rido, ele decidiu subir ao palco e dar um tapa no comediante.

Na última semana, o próprio Rock porém citou mais uma vez a situação e comparou o ator premiado ao ex-magnata do rap Suge Knight, da Death Row Records, que foi condenado por matar atropelar e matar dois homens a 28 anos de prisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos