Sinéad O' Connor diz que Prince tentou agredi-la após sucesso de 'Nothing Compares 2U'

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Durante uma entrevista ao programa "Good Morning Britain", do canal inglês ITV, a cantora  Sinéad O' Connor, 52, revelou que sofreu uma tentativa de agressão do músico Prince, morto em 2016. Segundo a artista, ele teria agredido diversas mulheres ao longo de sua vida. 

Os dois foram parceiros do grande sucesso de O' Connor, "Nothing Compares 2U". "Ele tentou me bater. Foi uma experiência assustadora."

A briga começou, segundo a cantora, porque ela fez um grande sucesso com a canção, e Prince queria que ela fosse submissa a ele, como ele teria feito com outras cantoras emergentes, mas ela apenas gravou a canção.

Ele ainda havia pedido que ela não falasse mal dele em entrevistas, o que a cantora se negou a fazer. Em uma noite, Prince a intimou a visitá-lo e foi quando as ameaças começaram. "Ele subiu as escadas da casa e voltou com uma almofada, mas parecia ter algo duro dentro dela. Saí correndo e me escondi atrás de uma árvore", contou O' Connor. 

A artista disse, horas depois, que eles se encontraram na estrada e voltaram a se bater. Ela chegou a tocar a campainha de um morador da região para pedir ajuda. Segundo seu relato, ele já usava drogas pesadas naquele momento. 

O' Connor afirma que outras mulheres foram espancadas por ele, e uma delas chegou a ser internada com uma fratura nas costelas. Durante a entrevista, a cantora convocou outras supostas vítimas de Prince a falarem sobre o assunto.