Simone comenta retomada após fim da dupla com Simaria: "Nossa história não morreu"

Simone Mendes agitou o CTN em São Paulo (Clayton Felizardo/BrazilNews)
Simone Mendes agitou o CTN em São Paulo (Clayton Felizardo/BrazilNews)

Simone Mendes tem trabalhado muito para seguir carreira solo após o fim da dupla com Simaria. Nesta terça-feira (1), a cantora fez sua primeira apresentação depois do anúncio da separação. Show aconteceu no CTN (Centro de Tradições Nordestinas) em São Paulo. No palco, a cantora mostrou domínio e agitou o público que parecia sedento para o retorno da coleguinha.

Ao Yahoo, Simone falou sobre a nova fase com entusiasmo. "Acredito que debaixo do céu tem escrito pra cada um uma história. Eu vivi anos lindos ao lado da minha irmã. Trinta anos de uma história muito linda e bem contada. Graças a Deus essa história não morreu", avaliou.

Simone Mendes elegeu look fashionista todo preto, com detalhes com cintos e amarrações, para primeiro show solo (Foto: Arquivo Pessoal)
Simone Mendes elegeu look fashionista todo preto, com detalhes com cintos e amarrações, para primeiro show solo (Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo a artista, ela e Simaria não têm motivos para reclamações. Os fãs também devem seguir felizes com a escolha das duas. "Ninguém separou porque não está fazendo mais sucesso, porque não tinha mais música. O último sucesso foi 'Beijo Vagabundo', que ainda tá na boca do povo e se cantar em qualquer esquina toda galera dança. Temos muito respeito por isso", completou.

Descobertas e investimentos

Simone tem descoberto novos caminhos sem a irmã ao lado. Ela diz que está vivendo intensamente, conhecendo pessoas, ouvindo opiniões e recuperando aquele "friozinho na barriga" que todo mundo sente no início de um projeto. O lançamento oficial da carreira solo acontecerá no Caldas Country Festival, em Goiânia, na semana que vem. A artista apresentará um repertório especial com direito a músicas novas.

No mundo dos negócios, Simone também inovou ao se tornar embaixadora da marca de GIN Minna Marie. No camarim do CTN, ela contou à reportagem que aceitou o convite do dono da empresa quando parou para pensar que só os homens do sertanejo tinham suas próprias bebidas.

"Gusttavo Lima tem a bebida dele. O Leonardo tem a bebida dele, e as meninas? Preciso ser a mulher que vai representar essas meninas aí pelo Brasil!", disse ela, que acha que já passou da hora de pararem de julgar as mulheres que gostam de "tomar uma".

"Tem que mandar catar coquinho. A mulherada tem que fazer o que quiser. Pode dançar, pode beber, beijar na boca, tá tudo tranquilo. Mulher com consciência, sabendo o que tá fazendo, se tiver feliz, tá tudo certo, tem que viver", afirma.