Sikêra Júnior dá show de preconceito sobre campanha por diversidade e famosos reagem: "Nojo"

·2 minuto de leitura
O apresentador Sikêra Júnior. Foto: reprodução/Instagram/sikerajr
O apresentador Sikêra Júnior. Foto: reprodução/Instagram/sikerajr

Resumo da notícia

  • Sikêra Júnior atacou a comunidade LGBTQIA+ após campanha em favor da diversidade

  • Apresentador afirmou que relações entre pessoas do mesmo sexo não são "normais"

  • Famosos criticaram o show de preconceito do comunicador na TV aberta

Sikêra Júnior destilou todo seu preconceito contra a comunidade LGBTQIA+, ao comentar uma campanha publicitária de uma rede de hambúrgueres em favor da diversidade. No programa "Alerta Nacional", da RedeTV!, o apresentador criticou o vídeo "Como explicar?", do Burger King, que traz crianças falando com naturalidade sobre relacionamentos homoafetivos. O resultado foi um show de intolerância na TV.

O deputado federal David Miranda compartilhou o trecho dos ataques homofóbicos, denunciados pela página no Instagram Universo LGBTQIA+. Entre outras ofensas, ele afirmou que relações entre pessoas do mesmo sexo não são "normais" e chegou a acusar, sem fundamento algum, o comercial de "pedofilia".

Leia também:

"O que vocês fizeram com essa marca, vocês dessa agência, vão pagar muito caro. Não é com a Justiça daqui não, é a divina. Vocês estão usando as crianças. Querem empurrar goela abaixo de crianças de 8, 6 anos... Parem com essa tara. Vocês fazem isso porque não têm filhos, vocês não procriam, não reproduzem. Eu cheguei à seguinte conclusão: vocês precisam de tratamento", disparou Sikêra, em seu discurso.

Não satisfeito, o apresentador afirmou que a tal "tara" é acabar com a família e incentivou seu público a boicotar a marca e outras empresas que demonstrem publicamente seu respeito pela sexualidade e pela identidade de gênero das pessoas.

"Deixa eu dizer uma coisa, deixar bem claro. Deixa essa tara, não vem pro lado das crianças, não, porque o povo brasileiro uma hora vai ter que fazer um barulho maior a gente tá calado engolindo que essa raça desgraçada que quer que a gente aceite. Deixa a criança crescer, brincar, deixa ela descobrir por ela mesma, tudo é no seu tempo. Se você ver o comercial, é podre, nojento, ridículo", afirmou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Reação dos famosos

No perfil de David, vários famosos protestaram contra as falas preconceituosas de Sikêra. "Nojo é o que temos por você", declarou a atriz Samantha Schmütz. "O horror!", exclamou a atriz Dira Paes. 

"O tempo vai dizer pra esse senhor muita coisa! E bora almoçar Burguer King hoje!", provocou a apresentadora Astrid Fontenelle. "Um imbecil", completou o ator Bruno Gissoni.

O analista de sistemas, Clebson Teixeira, que é casado com o cantor Lulu Santos, também deu seu depoimento sobre o episódio.

"Como eu disse anteriormente, 'o bolsonarismo em sua mais pura essência'! Aí quando eu digo que me desfiz de todas as minhas amizades que eu soube que apoiavam esse governo, ainda fui taxado de 'intolerante'. Mas não tem problema, prefiro isso do que ficar perto desse tipo de gente! Por mais que digam que não são assim, ter qualquer simpatia é apoiar a atitude e o pensamento", disse.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

No post original, o ex-BBB Victor Hugo Teixeira condenou a postura do apresentador, que usou seu espaço num programa de TV para divulgar um discurso de ódio.

"Por favor, Ministério Público Federal, isso é criminoso! Em TV aberta?! Homofobia em rede nacional não dá!", denunciou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos