Show do Iron Maiden no Rock in Rio começa com som baixo e público reclama

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Banda cujo nome se confunde com o do próprio Rock in Rio, o Iron Maiden retorna ao Rio de Janeiro na noite desta sexta-feira (2) para o principal show do primeiro dia do festival deste ano. Apesar de ser headliner, o grupo britânico começou a se apresentar no penúltimo horário do palco Mundo, antes do Dream Theater, por volta das 21h30.

O show começou com o som baixo e parte do público reclamou. A plateia mais distante do palco entoou gritos de "aumenta o som!", também com algumas vaias, enquanto a banda tocava "Senjutsu", faixa-título de seu mais recente álbum, do ano passado.

A expectativa para o show era quase palpável desde cedo no Parque Olímpico, já que as camisetas da banda –tão famosas que são usadas até por quem não gosta do grupo– são febre no dia do metal. Referência no estilo de rock pesado, eles têm uma relação próxima com o público do Brasil, para onde trouxeram mais de 12 turnês.

Este ano, eles fazem a mesma apresentação que mostraram na última edição do Rock in Rio, que ocorreu há três anos. Trata-se da turnê "Legacy of the Beast", iniciada em 2018, mas agora incrementada com canções de "Senjutsu", álbum que o grupo lançou no ano passado.

Em seu quinto Rock in Rio, o Iron Maiden tem um show repleto de pirotecnia e figuras gigantescas no palco, como a réplica de um monomotor da Segunda Guerra e a caveira Eddie, uma espécie de "mascote" da banda.