Show de horrores: as falas mais absurdas de músicos na quarentena

Rafael Monteiro
·3 minuto de leitura
Andrea Bocelli, Kanye West, Eduardo Costa: campeões das sandices (reprodução)
Andrea Bocelli, Kanye West, Eduardo Costa: campeões das sandices (reprodução)

Com a quarentena provocada pelo novo coronavírus, alguns músicos têm protagonizado um festival diferente: o das falas absurdas. Trata-se de uma exclusividade da classe? Não, mas eles têm se destacado suficientemente para sobressaírem sobre a concorrência.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O cantor da vez a dar uma opinião para lá de questionável foi Andrea Bocelli, o famoso tenor italiano. Mas antes dele já havíamos sofrido com falas de Kanye West, Eduardo Costa, Vanilla Ice... Relembre abaixo:

Leia também

Kanye West

Em entrevista à Forbes, o rapper disse que temia que a vacina contra o coronavírus fosse perigosa para a população mundial. "Nós rezamos. Oramos pela liberdade. É tudo sobre Deus. Precisamos parar de fazer coisas que enlouquecem a Deus", afirmou, fazendo uma estranha comparação bíblica. "Muitos de nossos filhos estão sendo vacinados e paralisados. Então, quando eles dizem que a maneira de curar o Covid é com uma vacina, sou extremamente cauteloso. Essa é a marca da besta."

Andrea Bocelli

Em debate organizado pelo partido de extrema direita Liga nos últimos dias, Andrea Bocelli criticou o lockdown decretado pelas autoridades da Itália por causa do novo coronavírus. "Eu me senti humilhado e ofendido (ao ser proibido de sair de casa). Eu não podia deixar minha casa mesmo não cometendo nenhum crime", disse ele, admitindo que furou a quarentena. Para completar, ele questionou a gravidade do vírus, dizendo que não conhece ninguém que foi internado pela doença. “Então por que todo essa sensação de gravidade?”. Vale lembrar que o tenor teve covid-19.

Vanilla Ice

Ignorando o aumento de casos de covid-19 nos Estados Unidos, o rapper marcou um show para o feriado de 4 de julho e ainda tirou sarro da situação numa estranha comparação. “Os anos 90 eram os melhores. Não tínhamos coronavírus, nem celulares, nem computadores", falou ele. "Tínhamos Blockbuster, ‘Beavis and Butthead’, ‘Quanto Mais Idiota Melhor’, Chris Tucker e Jackie Chan… O Mortal Kombat ainda é melhor que ‘Fortnight’... A última década boa”, disse ele.

Eduardo Costa

Em live do show Cabaré, o sertanejo deu show de machismo ao comparar mulheres a galinhas. "A galinha bota o ovo e a mulher frita ele para nós (os homens)", disse ele. Mas a maior polêmica da oportunidade aconteceu quando disse, para um público de 3 milhões de pessoas, que o filho da cantora Thaeme (ela tem uma filha, Liz, de 1 ano, na verdade... tudo errado) era tão bonito que ele queria "trepar, trepar, pensando no bebê." Depois da péssima repercussão, ele pediu desculpas à cantora.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube