Shantal diz que joias não tinham seguro e que assalto reflete situação 'braba do Brasil'

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 09.02.2022 - A empresária e influenciadora Shantal Verdelho. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 09.02.2022 - A empresária e influenciadora Shantal Verdelho. (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Menos de cinco meses após ter tido a casa invadida por bandidos, a empresária e influenciadora Shantal Verdelho sofreu um novo assalto. Na noite deste domingo (5), o escritório da sua marca de joias, a Zion Joias, localizado na zona oeste de São Paulo, foi alvo de ladrões. O prejuízo estimado é de R$ 2 milhões, segundo afirmou ela à reportagem.

As peças não tinham seguro. "É muito caro seguro de joias, fica inviável."

"Foi a vez que tínhamos mais estoque. Eram joias que iriam para a loja que vamos abrir no shopping Morumbi e também para atender a demanda do Dia dos Namorados", completou.

A influenciadora prestou depoimento no 14º Distrito Policial, em Pinheiros, no início da tarde desta segunda (6). "Estamos concentrados na solução do problema, em fazer os procedimentos certos, junto às autoridades, para realmente conseguir achar os caras, porque existe essa possibilidade", afirmou.

No final de janeiro deste ano, a casa em que Shantal mora com o marido, Mateus Verdelho, e os dois filhos, foi invadida por ladrões —ninguém estava no local.

Para Shantal, os dois assaltos ocorridos em menos de seis meses são reflexo da crise econômica do Brasil. "Eu acho que realmente o nosso país está numa situação braba. De tudo, de miséria, de insegurança. E acho que a pandemia deixou muita gente numa situação muito ruim."

Questionada se cogita mudar do Brasil por causa da violência, ela disse que já pensou, sim, nesta possibilidade. "Principalmente quando você tem filhos pequenos e quer protegê-los."

"Mas a realidade é diferente, porque o nosso trabalho está todo aqui: a [marca] de joias, eu como influenciadora. Seria bem audacioso a gente jogar tudo que a gente construiu fora e começar do zero [em outro lugar]", explicou.

Ela também disse que, apesar do susto, não pensa em desistir do negócio. "A situação do país está horrível, e aí eu vou gerar mais desemprego? Não. Agora mais do que nunca, vou seguir. Pela minha família também. É a segurança da minha família essa empresa", afirmou.

Diferentemente de quando teve a casa invadida e não falou muito sobre o tema, desta vez, Shantal disse que decidiu agir diferente. "Quando existe uma pressão da imprensa em cima desses assuntos de assalto, dado o que aconteceu agora com o Carlinhos Maia [o influenciador teve o apartamento invadido no final de maio em Maceió], eu tenho notado que parece que há uma resposta melhor [das investigações] do que foi no meu caso."

Ela acrescentou que até o momento nada foi descoberto sobre a invasão na sua casa. "Por conta disso, quis mostrar o que estava acontecendo agora", disse à reportagem. No Stories do Instagram, Shantal já havia publicado que "vai atrás de quem fez [o assalto ao seu escritório] até no quinto dos infernos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos