Shampoos micelares ganham as prateleiras; saiba tudo antes de usar

Shampoos micelares: especialistas explicam tudo sobre o produto de beleza que é tendência (Foto: Getty Creative)

Por Elisa Soupin (@faleparaelisa)

Há algum tempo, as águas micelares invadiram as rotinas de beleza. Transparentes e sem cheiro (na maioria das vezes), elas servem para limpar a pele, hidratar, tirar a make: a gente adora. Agora, as micelas estão chegando aos cabelos.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Se você é antenada com as novidades de cosméticos, já deve ter visto pelas prateleiras de farmácia shampoos micelares, que prometem o mesmo efeito já conhecido para a pele agora para as madeixas. Conversamos com Karina Soeiro, Farmacêutica Bioquimica Biomédica e Mestre em Ciências Farmacêuticas pela USP e com a terapeuta capilar Cintia Araujo, do TP Beauty Lounge, para tirar dúvidas sobre a nova tendência, que promete limpar e hidratar sem ressecar os fios.

Leia também

Para começar, o que é uma micela?

Bom, para responder essa pergunta, precisamos voltar para as aulas de química da escola. “Por definição, micela é uma estrutura formada por um agregado de moléculas que se unem. Essa união ocorre por conta de uma molécula anfifÍlica, ou seja, que possuem características como as de um detergente. Elas possuem uma parte que se liga ao óleo e outra à água, unindo essas duas fases em uma só, formando uma emulsão (aquele “branquinho” quando colocamos detergente no óleo com água). Esse sistema, de água, óleo e uma molécula que une esses outros dois produtos imiscíveis, é chamado de micela”, explica Karina Soeiro. Complicado, né?

Mas vamos ao que interessa: o que é o efeito da limpeza micelar? O que um produto assim oferece?

“Esta nova tecnologia atua da seguinte forma: no lugar de agentes químicos (tipos de detergentes) que podem ser agressivos para as peles e fios mais sensíveis, as micelas são estruturas químicas que atraem as impurezas, fazem o trabalho da limpeza e vão removendo a sujeira de forma mais delicada. Esses shampoos costumam conter fórmulas leves, que limpam o couro e não pesam nos fios”, explica Cintia.

Quando se opta por um shampoo micelar, a limpeza dos fios será mais suave ou bem profunda?

“É uma limpeza mais suave no couro do que com os shampoos com sulfato (presente na maioria dos produtos), que agem como se fosse detergente nos fios”, explica Cintia Araújo. Karina complementa: “O processo de limpeza através de uma micela é pela afinidade que a sujeira, maquiagem ou, por exemplo, a poluição tem com a parte hidrofílica (que se liga à água) e hidrofóbica (que se liga à gordura) presente na molécula do cosmético utilizado. Então, esse sistema micelar arrasta e remove a sujeira da pele, cabelo, ou qualquer outro local que se pretende higienizar”, diz.

Shampoos anti-resíduos, por exemplo, devem ser usados com parcimônia, porque podem ressecar o cabelo. E no caso dos micelares? O uso pode ser frequente?

Sim. Eles são menos agressivos e podem ser usados com regularidade numa boa. “Como o shampoo micelar é menos abrasivo, ele pode ser usado com periodicidade, até 3 vezes na semana”, diz Cintia.

Serve para todos os cabelos? Cacheados, lisos, alisados, tingidos funcionam bem com a tecnologia micelar?

“Sim, as micelas absorvem facilmente o excesso de oleosidade, deixando os cabelos bem limpos e soltos. Portanto, não é contraindicado para os fios alisados e tingidos, ao contrário dos produtos anti-resíduos”, garante a terapeuta capilar.

No mercado, já é possível encontrar diferentes shampoos micelares para variados tipos de cabelo e o Yahoo selecionou alguns. Confira:

1. Shampoo Limpeza Micelar, Niina Secrets para Seda Limpeza (R$ 8,99);

2. Meu Liso Micelar, Salon Line (R$ 34/kit);

3. Shampoo Água Micelar, Lattans (R$ 23,90);

4. Shampoo Blends Micellar Premium, Pantene (R$ 59,90);

5. Shampoo de Limpeza Profunda Revicare Micelar, Dermage (R$ 59);

6. Clean Maniac Clean Touch Micellar, Redken (R$ 113,90);

7. BC Bonacure Hyaluronic Moisture Kick Micellar, Schwarzkopf Professional (R$ 73,90)