Shakira promete combater acusações "falsas" sobre fraude fiscal em primeiros comentários públicos

Cantora colombiana Shakira durante evento Upfront 2022, da NBCUniversal, em Nova York, Estados Unidos

MADRI (Reuters) - A superestrela colombiana Shakira prometeu combater o que ela alegou serem acusações "falsas" das autoridades espanholas de que ela fraudou 14,5 milhões de euros em impostos, em seus primeiros comentários públicos sobre um caso que pode levá-la à prisão por até oito anos.

Shakira, de 45 anos, enfrenta julgamento na Espanha pela acusação de não pagar impostos entre 2012 e 2014, período em que ela disse que levava uma "vida nômade" por causa de seu trabalho.

"Tenho que lutar pelo que acredito porque são acusações falsas", disse a cantora de "Hips don't lie" à revista Elle em entrevista publicada online nos Estados Unidos na quarta-feira e que será publicada em sua edição impressa de outubro. "Eu não devo nada a eles."

O documento do promotor, visto pela Reuters, afirma que Shakira passou mais da metade de cada ano na Espanha entre 2012 e 2014, e em maio de 2012 comprou uma casa para a família em Barcelona. Em julho do ano passado, um juiz espanhol disse ter encontrado "evidências suficientes" para que Shakira fosse julgada. Um segundo juiz rejeitou seu recurso contra a decisão em maio.

Shakira, que em julho recusou um acordo com o promotor para encerrar o caso, diz que as autoridades só vieram atrás dela "de olho no prêmio" quando descobriram que ela estava namorando o jogador de futebol do Barcelona, Gerard Piqué, que é espanhol.

Shakira acrescentou que já havia pago o que o fisco espanhol disse que devia antes de entrar com uma ação judicial.

Ela disse estar confiante de que se comportou de forma correta e transparente desde o início, sugerindo que as autoridades espanholas "recorreram a uma campanha lasciva na imprensa" para prejudicar sua reputação.

A combinação de sua recente separação de Piqué, uma batalha pela custódia de seus dois filhos, a doença de seu pai e "brigas em diferentes frentes" significa que ela está enfrentando "provavelmente a hora mais sombria da minha vida", disse a cantora.

(Reportagem de Emma Pinedo)