Shakira, Miley Cyrus, SZA e Taylor Swift atacam ex em letras

**Arquivo**RIO DE JANEIRO, RJ, 30-09-2011 - Show de Shakira do palco Mundo no Rock in Rio (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
**Arquivo**RIO DE JANEIRO, RJ, 30-09-2011 - Show de Shakira do palco Mundo no Rock in Rio (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Shakira assumiu sua dor de corna na letra de "Shakira: Bzrp Music Sessions, Vol. 53", single lançado na última quarta-feira. A colombiana, que se separou do jogador de futebol Piqué no ano passado, ataca o ex-marido na letra da canção, cujo clipe já ultrapassou cem milhões de visualizações no YouTube.

"Tanto que você dá uma de campeão / E quando mais precisei, você mostrou sua pior versão / Desejo que você fique bem com minha suposta substituta / Ah, muita academia / Mas treine o cérebro um pouquinho também", diz Shakira num pedaço da canção.

Ao longo da faixa, a cantora cita situações específicas que parecem fazer referência ao conturbado término do casal, que ocorreu depois de 11 anos de relacionamento.

A cantora Miley Cyrus lançou, um dia depois de Shakira, o single "Flowers", que deve compor o disco "Endless Summer Vacation", a ser liberado em março. A música supostamente traz alfinetadas para o ex-marido da cantora, o ator Liam Hemsworth.

"Nós estávamos bem até que não estávamos mais / Construímos uma casa e a vimos queimar / Posso comprar flores para mim mesma / Posso segurar minha própria mão / Posso me amar melhor do que você consegue", canta a americana no single.

Cyrus e Hemsworth se conheceram no filme "A Última Música", de 2010, em que interpretam um casal. Os dois engataram num relacionamento na vida real e se casaram em 2018. O casamento ruiu no ano seguinte, meses depois em que a mansão de Cyrus pegou fogo em Malibu, na California. Fãs da cantora dizem que é desta ocasião que ela fala na letra de "Flowers".

No mês passado, a americana SZA lançou seu segundo disco, o "SOS". Uma das canções que mais chamou a atenção dos fãs foi "Kill Bill", na qual a cantora reflete sobre a vontade que tem de matar seu ex e a namorada dele.

"Talvez eu mate meu ex / Não é a melhor ideia / A nova namorada dele será a próxima, como eu cheguei aqui? / Prefiro estar na cadeia do que sozinha", canta ela no refrão. A canção ocupa, neste domingo, a segunda posição na lista de músicas mais ouvidas no mundo no Spotify, logo abaixo da faixa lançada por Shakira.

A lista de divas pop vingativas é extensa. A ex-Disney Demi Lovato, que agora quer ser roqueira, canta sobre o relacionamento que teve com o ator Wilmer Valderrama na faixa "29", do seu disco mais recente "Holy Fvck".

Na composição, Lovato pondera sobre a diferença de idade que ambos tinham na época do relacionamento. "Longe de ser inocente, que porra é consentimento? / Os números te disseram não, mas isso não te parou / Finalmente vinte e nove/ Engraçado, a mesma idade que você tinha na época / Dezessete, vinte e nove", canta.

Taylor Swift é uma das cantoras mais conhecidas por mandar indiretas para seus ex-namorados. "Style", do disco "1989", teria recados para Harry Styles, um dos antigos casos românticos da cantora. A faixa "All Too Well", do álbum "Red", de 2012, supostamente narra o término do relacionamento entre ela e o ator Jake Gyllenhaal. É uma das favoritas dos fãs.

Há ainda Beyoncé, com seu "Lemonade", um disco cheio de críticas à conduta do seu marido Jay Z. Olivia Rodrigo virou uma das queridinhas do adolescente depois de lançar "Sour". O disco está repleto canções supostamente direcionadas ao ator Joshua Bassett, que é seu ex-namorado ao que tudo indica.

No Brasil, Luísa Sonza viu a faixa "Penhasco" viralizar e virar uma das favoritas dos fãs. Na letra, ela estaria falando do casamento com o comediante Whindersson Nunes, que terminou em 2020. "Sabia que a queda era grande / Mas tive que pular / Queria que a gente fosse mais alto / Quando segurei sua mão você soltou a minha / E ainda me empurrou do penhasco."