Shakira: interações e novo visual dão fôlego a teoria sobre possível novo álbum

Guilherme Araujo
·3 minuto de leitura
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em 2021, o álbum de estúdio mais recente de Shakira, “El Dorado”, completa quatro anos. Isto posto, alguns fãs ligaram o alerta para a possibilidade de uma estreia ainda este ano, especialmente se levado em consideração o período médio de intervalo entre os lançamentos da artista.

Os rumores ganharam força após uma ação feita nesta semana pela página @TwitterMusic, uma espécie de subdivisão da rede social voltada pro campo da música. Na ocasião, os responsáveis haviam não apenas alterado sua bio a fim de fazer referência à faixa “Empire” (2014), como também publicaram fotos feitas durante o intervalo do Super Bowl LIV, em 2020.

“Sim, nós ouvimos rock clássico”.

Shakira, em resposta, também alterou a própria bio a fim de fazer uma brincadeira: “O Twitter Music me pegou. Pop por fora, rock por dentro”. Bastou isso pra que uma legião começasse a pensar que a cantora estava, na verdade, se preparando pra chegada de um novo LP.

Pra se ter uma ideia de como a coisa caminhou… Teve gente até ressuscitando um tuíte relativamente antigo do produtor Edgar Barrera. Três vezes vencedor do Grammy, ele colaborou com a colombiana em “Clandestino”, single em parceria com Maluma, lançado em 2018. “Quero que o rock volte a ser tendência”, escreveu em novembro do ano passado. Poderia ser um sinal de colaboração, do próprio estilo musical escolhido?

Nenhuma dessas informações foi comentada pelos representantes de Shakira. Enquanto isso… ela parece destinada a fazer um resgate de eras passadas. Nesta sexta-feira (5), por exemplo, revelou aos seguidores que tingiu, em casa, as madeixas com uma tonalidade rosa. Minutos depois, os mais saudosos já haviam resgatado fotos de um visual semelhante adotado em meados de 1999.

Foi “peliroja” (ruiva, em tradução direta do espanhol) que esta então iniciante gravou o especial “MTV Unplugged”, seu primeiro trabalho ao vivo.

Rockira segue viva, afinal! Sem querer botar lenha na fogueira, mas… Caso o sucessor de “El Dorado” se espelhe mesmo em tendências rock, esta não será a primeira vez que a artista embarca nessa estética. Apesar de ser considerada hoje uma lenda do pop latino, Shakira entregou no início da carreira discos que se voltavam para influências do gênero.

Ela também colaborou ao longo dos anos com nomes influentes, tais quais o guitarrista Carlos Santana (“Illegal”) e o vocalista do Soda Stereo, Gustavo Cerati (“Dia Especial”, “No”, “Devoción” e outras).

Em 2010, depois de se aventurar no eletro-pop de “She Wolf”, ela tentou resgatar essa incursão ao lançar o bem-sucedido “Sale El Sol”. Um de seus trabalhos mais pessoais, o disco venceu o troféu de Melhor Álbum Vocal Pop Feminino no Latin Grammy 2011. A ver…